Jurassic Safari Experience
crédito: Camila Cara (divulgação)


A era jurássica está voltando, em outubro as famílias poderão conferir de pertinho a aventura no mundo dos Dinossauros, no Jurassic Safari Experience. Esse megaevento mistura interatividade, diversão e ciência em um ambiente lúdico de conhecimento, experiência e aventura. Tudo isso acontece com o público dentro de seus carros.

O show conta a história de um grupo de cientistas que recriou os dinossauros de diversos períodos, a partir do DNA dos fósseis. E o publico poderá ver e conhecer mais destes dinossauros, que estarão lá dentro de um ambiente mágico. O público ainda irá se surpreender com os animais, animados por técnicas de manipulação e animatrônic, que irão fazer performance entre os carros, chegando mais pertinho do público. Todo o conteúdo do Jurassic Safari Experience tem a supervisão de um paleontólogo, para que a ficção e a educação caminhem juntinhas.

O evento estreou ano passado e já percorreu várias cidades do Brasil e agora está chegando ao Nordeste.

O show funciona num sistema similar aos cines drive in, onde o público fica sempre dentro do carro, podendo sair apenas para ir ao banheiro e com prévia autorização da produção. Haverá venda de alimentos, bebidas e souveniers que deverão ser feitas através de um APP no celular. O espaço contará com telões para aproximar ainda mais as imagens do público e o áudio vem através de uma estação de rádio, que deverá ser sintonizada no seu veículo.

Serviços:

Evento: Jurassic Safari Experience

Local: Estacionamento do Shopping Center Recife

Data: 09, 10, 16, 17, 20, 21, 22, 23,24, 28, 29, 30 e 31 de outubro de 2021

Horário:

Dia 09 (sábado): 11h30, 13h, 14h30, 17h30, 19h e 20h30

Dia 10 (domingo): 11h30, 13h, 14h30, 17h30, 19h e 20h30

Dia 16 (sábado): 9h, 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30

Dia 17 (domingo): 9h, 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30

Dia 20 (quarta): 16h, 17h30, 19h e 20h30

Dia 21 (quinta): 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30
Dia 22 (sexta): 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30
Dia 23 (sábado): 9h, 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30
Dia 24 (domingo): 9h, 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30

Dia 28 (quinta): 17h30,19he 20h30

Dia 29 (sexta): 17h30,19he 20h30

Dia 30 (sábado): 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30

Dia 31 (domingo): 10h15, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30, 19h e 20h30
*Obs: Sessões extras poderão ser abertas conforme demanda

Valor: R$120,00 e R$210,00 (a depender do local e do dia) valor por carro.

OBS: Cada carro só poderá comportar até 4 pessoas (independente da idade)

Quantidade máxima de carros: 100

Local de vendas: através do site do Jurassic Safari

Tempo de duração: 55 minutos

Mesma nova história

Você já falou sobre a velhice com suas crianças? Elas convivem com idodos? Como elas se comprtam junto deles? E quais exemplos elas têm de como tratar e conviver com um idoso???

.

Cresci vendo, bem de perto, o amor e a dedicação com que meus pais cuidaram de seus pais, meus avós.  E sempre ouvi da minha mãe: a forma que você trata seus pais será reflexo de como seus filhos irão lhe tratar. Ensine, com exemplos, que acima de tudo eles precisam de atenção, amor, cuidado e respeito. Foi assim que aprendi e ensino para as minhas filhas.

.

Você pode estar se perguntando por quê eu estou falando sobre isso, e é bem simples, este é o tema do livro lindo que hoje indico para vocês: “Mesma nova história”, de @eversonbertucci e @mafuane , ilustrado por @juaovaz e editado pela @peiropolis

.

Um livro lindo, delicado e que trás temas muito necessários e pouquíssimo falados com as crianças.

O espaço é pequeno, então vou só fazer um resumo com 5 temas abordados, que podem render ótimas reflexões e conversas em família ou na escola:

.

1) abandono familiar dos idosos
2) Alzheimer (e/ou esquecimentos e escleroses)
3) Uso excessivo de eletrônicos
4) Descoberta da “velha infância”,  com brinquedos populares e o convívio com pessoas mais velhas.
5) valor afetivo dos objetos, que “nos trazem de volta” pessoas e vivências

Leia esta riqueza e permita se desconectar da um pouco rotina corrida para ouvir quem você ama. Dê um pouco da sua atenção e com certeza você verá as relações floresceram, iluminando todos ao redor. Não permita que a vida crie abismos que leva as pessoas para o esquecimento.

E acima de tudo, aproveite muito as pessoas enquanto elas estão ao seu lado, para que depois que partirem não fique o peso do arrependimento e lamentações.

.

Mais informações sobre este livro ou sobre a editora Peirópolis, confiram no site deles, que possui loja virtual e área exclusiva para professores.

Mais dicas de livros cliquem na #dicasmiudaslivro no Instagram

Semana o Manguezal no Espaço Ciências

Quem disse que nas férias não pode ter aprendizado? Muitas vezes em momentos de descontração e diversão as crianças terminam aprendendo muito mais e o melhor, de forma prazerosa. Então confiram esta dica massa de um evento massa que vai ter na próxima semana, no Espaço Ciência.

.

Que tal se inspirar no universo de Chico Science e do Mangue beat para produzir e compartilhar sua fotografia? Ou participar das oficinas dinâmicas e interativas que estão sendo oferecidas, de forma remota, na Semana dos Manguezais? Ou conhecer projetos que usam os quadrinhos e as ilustrações para despertar a consciência quanto à importância de preservar os manguezais? Estas são apenas algumas das atividades que estarão movimentando as redes sociais do Espaço Ciência a partir de segunda (26/07/21).

.

O Dia Internacional para a Conservação do Manguezal foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 2015: 26 de julho. Nesta data, é lembrada a morte, em 1998, do ativista do Greenpeace Hayhow Daniel Nanoto, durante um protesto em Muisne, no Equador. No Espaço Ciência, mais de 15% da área do Museu é ocupada pelo Manguezal Chico Science. Com 20 mil m², é o que restou do aterro promovido na região. Apesar dos problemas de poluição urbana que o afetam, o ecossistema se mantém preservado, com uma rica diversidade de espécies.

.

E é o universo de Chico Science, artista pernambucano que batiza nosso manguezal, que vai servir de inspiração para o desafio fotográfico da semana. Todas as pessoas estão sendo convidadas a se inspirarem nele para enviarem fotografias, que serão compartilhadas em nossas redes sociais. Pra quem não tem um manguezal por perto, vale explorar todo o repertório do artista e até mesmo se caracterizar com os figurinos e adereços de Chico Science para produzir sua foto. Depois, é só enviar para comunicacaoec@gmail.com, até a quinta-feira (29-07-21). Se quiser, vale citar um trecho da música que serviu de inspiração.

.

AGENDE SUA OFICINA – Jogos, experimentos e atividades dinâmicas são a base das cinco oficinas remotas oferecidas pelo Espaço Ciência para que estudantes, escolas ou famílias possam descobrir mais sobre o manguezal. Eles podem, por exemplo:

.

  • 1) observar um experimento para perceber os efeitos da chuva ácida na fauna e flora do manguezal.
  • 2) confeccionar seu próprio cordel
  • 3) desenvolver um simulador de erosão enquanto descobre mais sobre este ecossistema.
  • 4) Uma empolgante gincana e
  • 5) jogos interativos

.

Estas são as possibilidades para uma aprendizagem divertida. As oficinas devem ser agendadas, por famílias ou escolas, por meio do formulário disponível no sitewww.espacociencia.pe.gov.br

.

No encerramento da Semana do Manguezal, um bate-papo especial será transmitido pelo Canal do Espaço Ciência no Youtube (Espaço CiênciaPE). A conversa será sobre quadrinhos e ilustrações que dão visibilidade à importância dos manguezais. Estarão presentes o pessoal do projeto A Bordo do Beagle, de Pernambuco, e do Instituto Caranguejo de Educação Ambiental, que tem entre os fundadores o artista conhecido como Chicolam, criador dos personagens Menino Caranguejo e a Turma do Mangue.

.

O projeto A Bordo do Beagle utiliza sobretudo o Instagram como meio de Divulgação Científica com uso de quadrinhos e ilustrações. Reúne profissionais como a ilustradora Bennê Oliveira; o biólogo e quadrinista Josival Francisco; o professor e oceanógrafo Clemente Coelho, fundador do Instituto Bioma Brasil; o professor e geólogo Fábio Pedrosa; entre outros. 

.

O Instituto Caranguejo de Educação Ambiental foi criado em 2010, em Joinville (SC), pelo artista José Francisco Peligrino Xavier, o Chicolam, junto com a esposa e amigos. Graduado em Belas Artes e com um projeto de Mestrado que envolve o uso do desenho animado como estratégia metodológica para Educação Ambiental, Chicolam é o autor do personagem Menino Caranguejo que, junto com a turma do mangue, protagoniza dezenas de quadrinhos sobre o universo do manguezal. 

A importância da Literatura na educação

Uma coisa que eu e muita gente tem absoluta certeza é da importância da Leitura na educação e na formação de nossas crianças, adolescentes e adultos. E nós buscamos ao máximo incentivar o surgimento de novos leitores, mas será que estamos fazendo da forma correta? Como podemos ampliar este incentivo? Pensando nisso trouxe esta Dica para vocês: Live Conexões Literárias, vamos assistir e aprender mais? Confirma mais detalhes e já anotem a data na agenda.

.

Como grande incentivadora da literatura a Editora Cepe, em parceria com a Secult/PE, criou o Conexões Literárias, programa exibdo no Youtube e neste mês estarão abordando o tema Brincar e aprender: A literatura infantojuvenil hoje. Tema que é, ou pelo menos deveria ser, de interesse de pais, educadores e escritores. A live será no dia 27 de julho de 2021, próxima terça-feira, e contará com a participação da professora e ensaísta Eliana Yunes e do escritor Fred Bellintani, autor de A domadora de palíndromos. O bate-papo terá mediação de Roberto Azoubel, coordenador de literatura da Secult.

.

A literatura é uma das grandes aliadas no processo de aprendizagem de crianças e adolescentes. Instrui, diverte e ajuda a despertar a curiosidade dos leitores do futuro. Para contribuir com o debate, no dia 27, às 19h, o web programa mensal Conexões Literárias abordará o tema: Brincar e aprender: a literatura infantojuvenil hoje. Este encontro é uma realização da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), em parceria com a Secretaria de Cultura (Secult/PE). Participarão do bate-papo o escritor e poeta Fred Bellintani, autor do título A domadora de palíndromos (Cepe, 2020) e a professora, ensaísta e especialista em teoria da leitura, Eliana Yunes, com mediação do coordenador de literatura da secretaria, Roberto Azoubel.

.

Sobre o início de sua trajetória nas letras Bellintani diz que sempre gostou de escrever, mas sua história com a literatura infantil começou com o nascimento dos filhos. “Ao tê-los, lembrei-me de minha infância e do quanto eu gostava que me contassem histórias. Então, decidi contar histórias para eles, todas as noites, antes da hora de dormir. Um desafio e tanto, pois, no escuro, não tem como ler. As narrativas deveriam ser contadas de cor. Nessa hora, valia tudo: irmãos Grimm, Esopo, La Fontaine, Ziraldo, Cecília Meirelles, Clarice Lispector, mitologia grega, contos populares de Câmara Cascudo… e até as minhas criações! Que se tornaram frequentes e recorrentes”, conta.

.

A Domadora de Palíndromos foi um desses contos inventados, de improviso, para embalar o sono dos filhos. Assim, o escritor mergulhou de cabeça no gênero. Bellintani enfatiza que seu processo criativo com a Domadora, por exemplo, se deu uma vez que se dedicou a escrever a história básica. Foi quando passou a preocupar-se com a forma, a olhar para a obra de modo racional e a iniciar seu processo de formatação. “Aí percebi a possibilidade de inserir pequenos conceitos de gramática e, poeta que sou, nasceu também a busca pelas rimas”, brinca.

.

O projeto é uma iniciativa da Cepe, que em 2020 criou o Conexões bem no início da pandemia. Desde o começo a ideia sempre foi estimular a discussão sobre assuntos relevantes para a sociedade e reforçar a importância da democratização do acesso a conteúdos de natureza cultural e educativa.

SERVIÇO:

Local: canal do Youtube da CEPE

Data: 27 de julho de 2021 (terça-feira)

Hora: 19h

Durante o chat será possível adquirir o título A domadora de palíndromos, basta apontar a câmera do celular para o QR Code ou acessar o link da loja virtual: cepe.com.br/lojacepe.

Preço do livro: R$ 35,00

Volta às aulas com o Varejão do Estudante

Foto divulgação: Varejão do Estudante

Livros são produtos que estamos sempre comprando, ou pelo menos deveríamos, principalmente se tivermos crianças em casa, pois eles são grandes aliados na educação e desenvolvimento dos nossos filhos. Livros vão muito além dos pedidos para a escola, então se você não tem o hábito de comprar livros ao longo do ano, sugiro que neste começo de ano quando for comprar o material escolar e os livros solicitados pela escola (didáticos e paradidáticos) inclua mais alguns paradidáticos para toda a família.

 

E pensando nisso eu trouxe uma dica para ajudar vocês nestas compras: você conhece o varejão do estudante? É uma livraria daqui de Recife, que possui loja física e virtual, para realmente ajudar e facilitar para todos. Vamos aproveitar todas estas facilidades que eles nos oferecem e também apoiar o comércio local, né?! Afinal, este ano não foi fácil para ninguém e seria muito legal da nossa parte apoiar as empresas e empreendedores locais, valorizar o que é nosso.

 

A loja online (no site, telefone fixo ou whatsapp) é pensando naqueles que não querem perder tempo para ir a uma loja e comprar pessoalmente, então para agilizar ainda mais o processo, eles possuem um banco de dados de várias escolas, então basta você selecionar a escola e a série do seu interesse e automaticamente já aparecerá a relação dos livros com todos os valores. E na mesma compra você ainda pode incluir livros avulso, procurando por título, autor ou editora. Praticidade total, pede e recebe tudo em casa. E se for de Recife, recebe em casa com até 24 horas ou pode retirar no drive do Varejão, sem precisar sair do carro.

 

Mas se você é de Recife, ama livros e gosta de escolher olhando, pegando, te sugiro uma visita à loja, que fica na Avenida Manoel Borba, 292, no bairro da Boa Vista. A loja está toda novinha, com excelente estrutura e super preparada para receber a todos da melhor forma e com toda a segurança necessária.

 

Lá você não terá problemas de acesso, nem para estacionar, pois ela é super bem localizada e possui um enorme estacionamento, gratuito para clientes em atendimento.

 

Entrando na loja teremos a possibilidade de circular entre prateleiras expositoras de livros paradidáticos, setorizados por estilos, inclusive tendo uma área grande reservada apenas para os livros infantis e infanto-juvenis, não preciso nem dizer, que adoro esta parte, né?!

Um pouco mais adiante teremos um balcão enorme, com vários atendentes para lhe ajudar na compra dos livros didáticos e técnicos. Neste balcão também poderemos solicitar paradidáticos, pois são muitos e os que são mais solicitados pelas escolas, já ficam lá para agilizar o atendimento. Os atendentes, assim como na plataforma online, possuem a lista das escolas e você informando já agiliza a busca e separação do material.

Saindo destes setores de compras, você irá diretamente para o caixa, local também com vários atendentes, para evitar filas e demora. E se não bastasse tudo isso: estrutura, variedade de produtos e qualidade no atendimento, você terá a possibilidade de facilitar o pagamento com várias opções para parcelamento.

 

Em função da pandemia, estão fazendo aferição de temperatura, disponibilizando álcool gel, exigindo o uso obrigatório de máscara e o afastamento social. E para quem for na loja também poderá fazer o seu atendimento numa área externa, montada especialmente por causa a pandemia.

 

Está esperando o quê? Vai lá no varejão ou entra no site e compre logo os livros para toda a família!

Varejão do Estudante

www.varejao.com.br

Avenida Manoel Borba, nº292, Boa Vista – Recife – PE

Telefone: 81. 2123-5853 / WhatsApp: 81. 99644-1043

Horário de funcionamento em janeiro: Segunda a Sexta: 8:00h às 18:00h / Sábad0: 8:00h às 14:00h

Parcelamento: 10 vezes sem juros no cartão, até 28/02/2021 (parcela mínima de R$40,00)