Chá de Fraldas!

 

Muitas mamães e até papais que nos acompanham sabem bastante sobre este tema, afinal já faz bastante tempo que toda gestante promove um chá de bebê ou chá de fraldas para sua família e amigos, não é?! No início era um evento apenas para as mulheres, hoje com os pais bem mais participativos na criação e educação dos filhos eles também participam da brincadeira.

 

Inicialmente fazia-se o chá de bebê, onde os convidados presenteavam o bebê que estava a caminho com algum item do enxoval, mas com o passar do tempo, as mães preferiram elas mesmas escolher todos os itens pessoalmente, para que ficasse tudo combinadinho e do jeito que a mamãe queria, então optou-se pelo chá de fraldas, onde os convidados levam fraldas descartáveis para o bebê. O que é muito bom, pois é um item de extrema importância e que eleva os gastos da família, então é um presente sempre muito bem vindo.

 

Eu particularmente não gosto muito desta história de “pedir” presente, tanto que não fiz chá de panelas, nem chá de fraldas da minha primeira filha, mas desta vez  resolvi fazer diferente e aderi ao chá, mas para ficar mais ao meu estilo comemorei junto com o meu aniversário e apenas mencionava no convite que seria comemorado o chá de fraldas juntamente com o meu aniversário, mas sem pedir as fraldas. Apenas quem perguntava é que eu dizia o tamanho e a marca eu deixava a escolha da pessoa. Afinal cada um dá o que quer e pode, a minha intenção era realmente celebrar a vida… E como eu mencionei no convite “celebrar a minha vida, por mais um ano e a da minha pequena que está para chegar”.

 

Queria uma festa simples, para poucas pessoas, apenas as mulheres da minha família e algumas amigas mais próximas, e assim eu fiz… Mas como toda mãe, quis caprichar nos detalhes para receber minhas convidadas e celebrar com muito charme e carinho. Foi quando eu falei com duas pessoas muito queridas para pegar algumas Dicas: Manuela e Rejane Gaudêncio, da Tudo em Festa. Elas me orientaram em tudo, mas como eu falei, elas são realmente muito queridas e especiais e me presentearam com uma LINDA decoração, transformando a minha simples reunião em uma festa de sonhos cor de rosa. Quem adorou tudo isso foi minha princesinha, claro! Que falava o tempo inteiro: mãe nunca vi uma festa de adulto com tudo rosa, estou adorando!!!

 

Então vamos para algumas dicas:

 

 

Dica 1) Escolha a cor e/ou tema que será trabalhado na festa. Pode ser uma cor que represente o sexo do bebê ou o tema que será utilizado na decoração do quartinho do bebê. No meu caso escolhi o rosa!  Para não ficar muito sobrecarregado e dar mais delicadeza a Tudo em Festa jogou com estampas rosa (listras e xadrez) fazendo composição com o branco.

 

Dica 2) Na mesa opte por uma linha de pratos e bandejas  (para servir) a serem utilizados, para não ficar muita informação poluindo a mesa. No meu caso foram todos em louça branca, na mesa principal, para a mesa dos doces secundária e dos salgados optei pelos de vidro.

 

Para dar mais “mobilidade” na festa optamos por dividir as comidas em três mesas, ficando uma como a principal, para o bolo do parabéns e doces. Outra mesa ficou para as comidas salgadas e a outra para o restante dos doces, bolos, sucos e pratos.

 

Dica 3) Viram que leveza o voil deu ao ambiente? As paredes atrás das mesas foram todas cobertas por voil branco com alguns detalhes rosa, ficou delicado e muito aconchegante!

 

Dica 4) Para aumentar a mesa principal foram colocadas duas mesas redondas em suas extremidades.

 

 

Dica 5) Em cada mesa de apoio foi colocado um vaso com flores naturais (carinho de mãe), dando charme e leveza ainda mais com o detalhe do laço de fita.

 

Com havia falado para vocês a festa era apenas um encontro simples então optei por colocar todos os pratos, copos e talheres descartáveis. Para combinar coloquei-os na cor da festa, rosa!

 

Dica 6) Distribua os pratos e talheres nas mesas onde eles serão utilizados, para facilitar na hora dos convidados se servirem. Faça algumas pilhas e coloque-as no canto da mesa. Os talheres podem ser colocados dentro de copos de vidro, para evitar que fiquem espalhados sobre a mesa.

 

 

Dica 7) Vejam como as forminhas dão um toque especial aos docinhos! São nos detalhes que fazemos as diferenças… Nos cupcakes coloquei uns tags com o desenho utilizado nos convites. E nos espetinhos de brigadeiro, optei pelas cores que harmonizavam melhor com a festa (branco, rosa e dourado) e na ponta do palitinho um lacinho rosa, um charme!

 

 

Até a escolha do bolo foi em função da decoração. Branco com detalhes vermelhos. Numa das mesas redondas que ficaram nas laterais da mesa principal foram colocadas estas xícaras gigantes com doces, remetendo ao tema do “Chá”, que minha filha perguntava o tempo inteiro: “ô mãe, como é um chá se não terá chá?!” Estas crianças…

 

Dica 8) Vale utilizar na decoração algum objeto pessoal como porta retratos, plaquinhas brinquedos, mas lembrando, nada de exageros! Eu iria utilizar apenas algumas fotografias do meu ensaio de gestante, mas na hora da festa ganhei um presente que não podia ficar de fora… Este lindo quadrinho branco com duas meninas, representando minhas duas princesinhas… É Claro que só poderia ter sido dado por alguém muito especial ganhei dos amigos e parceiros da Doce de Ler. E quando vi coloquei-o direto num lugar de destaque, parece até que estava esperando por ele. Só aproveitando, lá eles estão com uma variedade enorme de peças que servirão para decorar uma festa, a maternidade ou o próprio quarto do bebê. Cada uma mais linda que a outra… Vale ir conferir de pertinho.

 

 

Sabendo que dentre os convidados teriam algumas crianças, eu não poderia deixar de pensar num recanto para elas… Então eu coloquei uma mesinha com as comidas preferidas dos pequenos: brigadeiro, coxinha, chocolates e guloseimas. E um outro recanto bem especial, onde coloquei um tapete “rosa” para que eles pudessem sentar e brincar sem se sujarem no chão. Neste tapete espalhei cestinhas com lápis de cor e de cera, vários desenhos para colorir, todos abordando o tema “bebê”, alguns jogos de encaixe e livrinhos infantis, foi um sucesso. É claro que para completar o aconchego deste espaço precisaria de algo nas paredes também, então eu coloquei um voil estampado em tons de rosa na mesma largura do tapete subindo pela parede. Ficou um charme e as crianças se divertiram pra valer!

 

Já ia esquecendo de mencionar como utilizei as fotos que fiz do ensaio de gestante. Fiz umas montagens tipo scrapbook digital imprimi e colei-as sobre papeis cor de rosa, depois arrumei-os em um varal de fita, com pequenos mini pegadores. Então durante a festa além de enfeitar o ambiente os convidados poderiam ficar apreciando as fotos, que modéstia à parte ficaram lindas kkkkkk.

 

Serviços:

Tudo em Festa – Decoração

Janela Estúdio – Fotografias

Doces e lembrancinhas foram quase 100% feitos por mim e minha família e os salgados foram feitos por minha mãe ou encomendados.

Aonde fazer a sua festa?

 

Já definidos a data e o horário da festa o próximo passo é definir o local, mas aí é que vem uma das maiores dúvidas: fazer em casa ou em uma casa de festas? A casa de festas é sem sombra de dúvidas mais prática e com muito mais atrativos para as crianças, mas será que vai caber no seu orçamento? Será que o custo benefício valerá a pena? São dúvidas que não acabam mais, mas temos que analisar algumas coisas importantes, que muitas vezes esquecemos e quando vamos para a ponta do lápis é que podemos realmente ver…

 

Se formos fazer em casa teremos que contratar TUDO, a menos que você more em um edifício que já tenha um parquinho legal para as crianças, louça… Mas se for uma casa comum o que teria que providenciar:

 

1) Aluguel de mesas e cadeiras;

 

2) Aluguel ou compra de toalhas para as mesas e se quiser capa para as cadeiras;

 

3) Aluguel de brinquedos e/ou recreação, afinal as crianças precisam de uma atividade para fazerem durante o tempo da festa, vale usar e soltar a criatividade também!

 

4) Aluguel ou confecção da decoração, não esquecendo de verificar se já possui mesas para bolo, lembrancinhas… Na decoração deverá estar inclusas as bolas, mesa temática ou cenário (se for ter)…

 

5) Contratação de um buffet, caso contrário comprar ou fazer todos os doces e salgados, bolo, bebidas, pratos, copos, talheres (que dependendo podem ser descartáveis) e a contratação dos garçons, bandejas para servir e para colocar os salgados nas mesas ou volante. Afinal, são raríssimos os casos hoje que as famílias sabem e têm tempo para preparar toda a comilança…

 

6) Compra ou confecção das caixinhas (com bombons), terá personalizados e lembrancinhas??

 

7) Contratação de fotógrafo e filmagem (se for querer);

 

8) Se a festa for a noite, verifique se há iluminação suficiente;

 

9) Providenciar um som, Cds infantis e se possível com caixa amplificadora, para que todos possam ouvir as musiquinhas.

 

 

É muita coisa, mas que às vezes esquecemos… Já fui para aniversário, em casa, que esqueceram do fósforo para acender a vela, da faca para o bolo, entre tantas outras coisas.

 

Já em uma casa de festas o que precisaríamos providenciar:

 

1) Aluguel ou confecção da decoração, que pode ser feita através da própria casa de festas;

 

2) Se quiser pode contratar um recreador, mas não é necessário uma vez que a casa já oferece diversas atividades. Seria um Plus para a sua festa. Dependendo da casa de estas eles também oferecem este serviço como opcional.

 

3) Compra ou confecção das caixinhas (com bombons), terá personalizados e lembrancinhas?? A maioria das casas de festas também já oferecem estes serviços como opcionais.

 

4) Contratação de fotógrafo e filmagem (se for querer).

 

E pronto é esperar pelo dia e se divertir!

 

Parece que estou induzindo todos a fazerem em casa de festas, mas não é… Vou falar um pouco da minha experiência e evolução nas festas, afinal já foram cinco.

 

Fotos Arquivo pessoal: Regina Dias

 

O primeiro aninho da minha filha fiz uma festinha bem simples no salão de festas do prédio da minha mãe, apesar de já ter mesas e cadeiras, não eram suficientes, então tive que contratar TUDO, muita coisa eu mesma fiz e para não gastar tanto tentei improvisar…

 

Resultado: na hora da festa eu quase não parei, pois tinha que verificar se estavam todos sendo bem servidos, o que minha filha estava fazendo, recepcionar os convidados… Foi uma correria e ainda por cima fiquei de fotógrafa, pois esqueci deste detalhe (inexperiências a parte). Quando acabou eu estava “passada, moída e quebrada”, afinal já vinha há dias nos preparativos…

 

E quando fui fazer o balanço da festa fiquei muito triste, pois o som não funcionou direito, ficou muito baixo, os recreadores que contratei eram muito fraquinhos, as crianças quase não brincaram, os brinquedos eram bem pequenos, esqueci o fotógrafo então o álbum quase não tem fotos muito boas, pois não tive tempo de ficar pensando em fotografar… Mas pelo menos não faltou comida, ou melhor dizendo neste setor sobrou até demais (comidas e bebidas) distribui para toda a família Kkkkkkk. E não saiu tão barato quanto eu imaginava não!

 

Nos outros anos já optei por fazer em casa de festas, foi mais caro, mas também eu fiz mais coisas (supérfluas) e praticamente não tive trabalho. No de dois anos eu mesma “improvisei” a decoração e a casa de festas que eu escolhi permitia trazer o buffet de fora e foi o que eu fiz. Utilizei o espaço deles, mas contratei uma pessoa para fazer as comidas, então tive que comprar os descartáveis (optei por ser mais simples), contratar garçons… Ainda tive um trabalhinho, mas comparado com o de 1 ano… E a cada ano que passava eu ia diminuindo o meu trabalho e terceirizando mais os serviços. No de dois anos continuei na mesma casa de festas e responsável pelas comidas e bebidas, mas tercerizei a decoração, no de 4 e 5 foram em casas diferentes, com buffet deles e decoração terceirizada. Para mim que gosto de colocar a “mão na massa” é estranho contratar e ficar esperando, mas é muito mais tranquilo.

 

Lembrando mais uma vez que na maioria das vezes a espectativa e a cobrança por muitos detalhes é dos pais e não das crianças, elas querem apenas se divertir! E nós por mais vaidade que tenhamos queremos mesmo é o sorriso dos nossos pequenos, não é?

 

O próximo post falarei um pouco sobre as casas de festas… Quem tiver dúvidas e sugestões enviem para mim (regina@dicasmiudas.com.br)

Vamos preparar uma festa? 2º Etapa

 

Continuando a nossa série de matérias sobre Preparação de festas infantis, vamos hoje falar sobre a escolha do horário, da data e do local e como tudo isso está relacionado e a sua importância para a festa.

 

Qual o Horário?

 

Este é um aspecto importante, pois irá interferir de várias formas na sua festa:

1º) É bom observar o horário do “soninho” do seu filho, se ele ainda dormir durante o dia ou o horário que ele vai dormir a noite, pois não adianta fazer uma linda festa se o aniversariante estiver dormindo ou abusadinho por causa do sono.

 

2º) Se for fazer a festa em casa de festas, a data e o horário podem alterar o seu orçamento, uma vez que a maioria oferece preçosdiferenciados para festas realizadas de segunda à quinta e se for pela manhã.

 

3º) Um horário que está sendo batante procurando é o das 10:00h às 14:00h, sim em casas de festa  há horário marcado para começar e terminar a festa, que deve inclusive ser repassado para os convidados, uma vez que alguns pais podem deixar o filho sózinho ou com uma babá para ir buscar depois. Mas vou ressaltar uma coisa importante para quem for comemorar neste horário, lembrem-se que é o horário do almoço e salgadinho não alimenta ninguém, então é de bom tom servir algum prato quente, para que ninguém saia reclamando de fome…

 

Data:

 

Já se foi o tempo em que aniversário só era comemorado final de semana, hoje tem festa de segunda a segunda… O que você deve lembrar e refletir na hora de escolher a data:

 

1º) Durante a semana o número de faltosos é maior, pois os adultos ficam “presos” no trabalho ou no trânsito ou estão muito cansados e algumas crianças dormem muito cedo por causa do horário da escola, no dia seguinte.

 

 Local:

 

Este tem que preferencialmente ser de fácil acesso para os convidados, geralmente escolhemos um local que seja perto da nossa casa ou na ‘área’ da escola, afinal se vamos chamar os coleguinhas da escola eles provavelmente moram perto da mesma. É bom sempre colocar o endereço detalhado e se possível com um mapinha no convite, para facilitar a chegada de todos.

 

Na hora de escolher o local temos que levar algumas coisas em consideração:

 

1º) Irá comportar todos os convidados, a decoração e ainda ter espaço para as crianças brincarem? Não precisa ter cadeira para 100% dos convidados, mas o ideal é acomodar os adultos, já que as crianças ficam sempre correndo de um lado para o outro mesmo.

 

2º) É coberto? Nos dias atuais é difícil prever quando irá chover, então muito cuidado quando optar por fazer sua festa em locais abertos. Nestes casos é bom já ter o contato de uma empresa de aluguel de toldos, para o caso de uma emergência. Lembrando que pelo menos o local do bolo e decoração já deve estar protegido. Estes são itens difíceis de deslocar no meio da festa e as vezes até impossibilita a montagem de um toldo… Mesmo que não tenha nenhum risco de chuva se a festa for durante o dia é bom ter umas áreas cobertas para proteger do sol, afinal você está convidando as pessoas para uma festa e não um banho de sol…

 

3º) Antes de definir o local é importante ver as ‘regras’ do mesmo. Em alguns salões de festas é proibido várias coisas, até mesmo colocar bolas decorando, para não furar as paredes ou toldos…

 

Como estão vendo não é simples organizar uma festa, são muitos detalhes e dúvidas e alguns dos e-mails que recebi perguntavam sobre esta questão de fazer em casa ou casa de festas, o custo X benefício como é… Então para atender a estes e-mails na próxima semana iremos falar apenas deste item: Casa de festas ou em casa, qual o melhor local para fazer a sua festa? Se você tem dúvidas ou sugestões sobre este tema mande para mim (regina@dicasmiudas.com.br) que faremos o possível para responder. E já estamos recebendo algumas fotos de festas para postar em nosso mural… Irei organizar e em breve publicaremos…

 

Se você tem alguma ‘estória’ engraçada que aconteceu em sua festa mande para nós também…

Vamos preparar uma festa?

Atendendo aos pedidos eu vou fazer uma coisa que ADORO: falar sobre festas!

 

 

Quando eu penso em festas lembro da minha época de criança, quando um bolo, cachorro quente, coxinha e brigadeiro, uma caixinha (recheada com bombons), um quebra panela e algumas brincadeiras infantis, muitas vezes sem recreador para coordenar fazia a nossa alegria e hoje é tudo tão diferente… Os tempos mudaram e até a festa mais simples hoje tem mais coisas do que as de antigamente, mas garanto que muitas vezes todo o glamour não é simplesmente para agradar o aniversariante e sim para alegrar e massagear o ego dos pais, que nunca tiveram nada parecido e hoje podem oferecer aos seus filhos e familiares uma festa mágica.

 

E como toda festa começa muito antes do grande dia, principalmente quando é para crianças e queremos fazer tudo para a alegria dos nossos pequenos. Mas não é tão simples assim, afinal de contas hoje as festas se transformaram em um mundo de encantos e magia, diante de tantas opções de itens as festas infantis deixaram de ser um encontro de crianças com bolo e brigadeiro, para se tornarem mega eventos, bem diferente da minha época de criança… E com todas as ofertas deste “mercado de festas” fica difícil controlar os gastos e decidir o quê e como fazer, foi pensando nisso que irei detalhar algumas etapas e tentar ajudar quem está começando ou ainda não está acostumado com tantas decisões para tomar, antes de comemorar!

 

Para começar vamos definir quais seriam as etapas para a preparação da festa:

1º) Definir a quantidade de convidados

Este item pode não parecer muito importante, mas será decisivo para você nortear todo o restante. É com esta informação que você poderá saber o tamanho necessário para o local da festa, poderá calcular gastos com comidas e bebidas, quantidade de lembrancinhas, caixinhas, guloseimas (se for fazer)…

 

2º) Definir data e hora

É importante saber a data e o horário da festa, pois muitas coisas podem variar em função destas informações. Principalmente em relação às comidas e bebidas. E até contratação de casa de festas ou prestadores de serviços terá, na maioria das vezes, o valor relacionado a estas informações.

 

3º) Definir o Local e Buffet

Depois de definidos os itens acima, o próximo passo será escolher o local da festa. Este é um item que muitas vezes deixa a dúvida no ar: o que vale mais a pena (custo X benefício) fazer a festa em casa ou numa casa de festas? Tudo isso vai ser muito relativo. Não dá para responder assim “de cara” sem saber todo o planejamento que está previsto para a festa. Dependendo do local você terá que organizar também o buffet (comes e bebes, garçons, louças…). Como podem ver este é um item bem importante e por isso vamos detalhar e conversar mais sobre ele em outro post.

 

4º) Definir a Decoração

Chegou a hora de definir o tema que norteará toda a decoração da festa, roupa do aniversariante… Este é um item que dependendo do que você optar fazer será mais simples ou poderá se subdividir em vários subitens (decoração, caixinhas, lembrancinhas, personalizados).  Podemos também encaixar dentro deste item um ponto muito importante em toda festa de aniversário: o  bolo! Afinal sem ele não tem parabéns e sem parabéns não tem graça! Este tema também é bem amplo e muito importante, então teremos um post exclusivo para ele.

 

5º) Batendo o martelo

Tudo mais ou menos definido é hora de “bater o martelo” e resolver o quê e como vai fazer, o quê e quem contratar (serviços e profissionais)… Realmente chegou a hora de sair do papel e cair em campo, pois muitos preparativos e decisões que só você pode tomar lhe aguardam!

 

E Boa Festa!

 

Na próxima semana teremos mais novidades e Dicas sobre este mesmo tema, então quem tiver alguma dúvida ou sugestão pode me enviar pela fanpage, da aba de CONTATO do blog ou através do e-mail (regina@dicasmiudas.com.br). E quem quiser enviar fotos sobre este tema (para o nosso mural ou até para ser utilizada em algum post) pode mandar para o mesmo e-mail, será um prazer e uma diversão… Inclusive se a foto for das antigas também está valendo para fazermos comparações…