A Casa Mágica

Olá pessoal,

 

Como amanhã dia 18 de outubro é o dia do médico, vou postar algumas coisitas com a colaboração do pediatra da minha pequena, que além de ser um ótimo profissional na área médica ele ainda é um artista, então pensem que ele realmente é uma pessoa iluminada. Afinal uma pessoa que é pediatra e artista, tem que ter o espírito elevado e merece ainda mais a nossa admiração, respeito e todas as homenagens… Para os que ainda não sabem de quem estou falando: é do Dr. Fernando Azevedo! Vou começar pela área artística e compartilhar com vocês uma indicação de literatura infanto-juvenil feita por ele.

 

Então vamos começar a história…

 

Em agosto fui a um evento literário no Museu do Estado. Era o lançamento da nova coleção dos livros infanto-juvenil, premiados no concurso da Cepe. Quando cheguei fiquei bem triste, pois eles haviam preparado uma grande festa, com recreação, contação de estórias dentre outras atrações, mas o público era bem pequeno… Mas o tempo passou e o público começou a chegar, ainda bem! Não gosto quando os eventos culturais são pouco prestigiados. Temos que incentivar nossos pequenos a se enfronharem cada vez mais com este universo de livros, músicas, peças teatrais… Enfim são coisas, que ao meu ver só engrandecem a pessoa.

 

Quando o evento ia começar após algum atraso, caiu a maior chuva, mas para a minha alegria quase ninguém foi embora. No meio desta chuva, avistei o pediatra e artista Dr. Fernando Azevedo. Não consegui falar com ele, por causa do volume de pessoas… Mas uns dias depois me deparei com um post em seu Blog – pediatria e arte, sobre este evento. E aqui estou, compartilhando o texto dele com vocês.

 

“No sábado 25/08/12 fui ao museu do estado para assistir o lançamento pela Cepe de premiados livros infanto juvenis. Ganhei meu dia. Apesar da chuva intensa uma multidão compareceu e era uma alegria para as crianças assistirem uma “contadora de estórias” interagindo com elas, participando com a família daquele evento que só o bom e o bem pode produzir nas suas cabecinhas. É fundamental desenvolver na criança o interesse pela leitura. Veja bem, estudar não é ler, mas ler é estudar. O estudo pela obrigatoriedade de conhecimentos muitas vezes que não perduram, é diferente da leitura que por ser voluntária e prazerosa torna-se ao final um estudo.

 

Li o livro premiado de Maria Amélia Almeida, A CASA MÁGICA, onde se percebe a importância do afeto na vida familiar, na disciplina de vida que é um investimento no prazer eterno de existir. Maria Amélia impregnou-se de coisas boas e inesquecíveis de sua infância, e transporta para o livro todo o lirismo dos cheiros de bolos que se sente ao folhear as páginas, da educação primorosa que recebeu e que se transformou em bônus, em poupança para a garantia de um futuro solidário que repassa como Professora para essas gerações que acompanhou e que ainda cuida. O amor por uma boneca que é um ser vivo, permanece por uma existência. Não se compara ao amor por um personagem temporário de TV. Seu relato talvez represente uma advertência à quase inexistência hoje dos laços familiares entre pais, filhos, avós e netos que são o alicerce sólido para uma construção de valores sociais da educação, respeito, solidariedade, valores importantes para a vida digna e desprendida de desejos materiais exagerados. Na vida basta uma boneca amada, ela não nos abandonará.”

 

Fica a Dica de uma boa leitura para os pequenos!

 

Dica 1) Não sei se este livro está a venda em todas as livrarias, mas ele poderá ser encontrado na livraria da Cepe, no Museu do Estado e na Loja Doce de Ler, no Shopping Etc.

 

Loja doce de Ler – Shopping ETC

 

Ficha Técnica:

 

Resumo:

A casa mágica, da pernambucana Maria Amélia de Almeida, veterana na literatura infantojuvenil, compartilha com as crianças de hoje as experiências de um mundo antigo, através da sua memória afetiva que resgata brincadeiras, sentimentos, festas em família, e até os cheiros do cotidiano. O ilustrador Márcio Monteiro retrata com delicadeza esses sentimentos, fazendo o leitor dividir com a menina da história as suas tristezas e alegrias.
Escrito por: Maria Amélia de Almeida
Ilustrado por: Márcio Monteiro
Editado pela: Cepe – Companhia Editora de Pernambuco

Faça Seu Comentário

  1. Quem gostou do livro e quiser conhecer a autora, terá o lançamento do livro, com a presença dela (Maria Amélia de Almeida) na escola Polichinelo. Maiores informações tem no nosso CALENDÁRIO, no dia 19/10/12!

    Boa Leitura!

  2. Gostaria do seu contato. faço feiras de livros infantis e conversas com autores no projeto jardins das letras. Fico esperando seu retorno cel 99870 6993 — 3048 7777

  3. Gostaria do seu contato. Faço feiras de livros infantis e conversas com autores no Projeto Jardim das Letras. Gostaria de ter um contato com você para uma participação. Meu cel. 99870 6993 — 3048 7777