Flitin – I Feira da Literatura Infantil

Que bom saber que criança não deixa a literatura de lado nem na crise! O segmento infantojuvenil foi o único que não entrou na estatística da retração de 21% que o mercado editorial nacional sofreu ano passado. Por si só, essa já seria uma forte justificativa para uma feira voltada exclusivamente para o público infantil. E como forma de enaltecer e agradecer este público fiel, teremos a a I Feira da Literatura Infantil (Flitin), na Academia Pernambucana de Letras (APL), de 22 a 25 de novembro de 2018. A feira ocupará todo o espaço físico da Academia Pernambucana de Letras (8 mil metros quadrados), com 150 metros de área coberta, onde estarão instalados dez (10) estandes. A feira contará com palco externo, sala de projeção, atividades nos jardins, cenografia com o tema da Flitin, visitas guiadas ao Museu da APL, food bikes, além de café/lanchonete.

 

O evento, realizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) em parceria com a Proa Cultural, será gratuito e voltado ao público de 3 a 12 anos. Na programação, além de lançamentos literários, oficinas, animações e mediação de leituras, haverá espaço para outras manifestações culturais como música e teatro. A feira terá o tema “Era uma vez…Minha História”, que trata-se de uma referência a como se iniciam muitas histórias infantis, e ainda insere a criança como protagonista, tanto do evento como da própria vida que está sendo escrita.

 

Segundo Margarida Cantarelli, presidente da APL (Academia Pernambucana de Letras), é importância aproximar o público infantil da academia. “É uma oportunidade de contato com a leitura, o que é papel da academia. No nosso museu teremos apresentação adequada ao público infantil”, declarou Margarida.

 

A Fundarpe, estará presente na Feira, e entrará com duas ações. Uma delas chama-se “Livros Livres“, que se propõe a ‘libertar livros‘ desde 2011, uma vez por mês, em todos os cantos do Estado. “Deixaremos livros em lugares da feira para que as pessoas peguem, leiam e depois devolvam”, explica Jaime. Já o “Escambo de Livros” leva um estande e propõe a troca de livros em bom estado que não sejam nem didáticos, nem religiosos. Esta parte eu adorei, pois quem não tem pelo menos um livro em casa, que não será mais lido? É uma ótima oportunidade de “libertá-lo” e trazer um “novo” para casa.

 

Estarão participando as editoras e livrarias: Grão Livraria Infantil, Leitura Livraria, Vila 7, Paulinas, Ática/Editora Scipione, Moderna, Bagaço, Babecco, Jaqueira, FTD, Positivo, Viu Cine.

 

SERVIÇOS:

I Feira da Literatura Infantil – Flitin

Tema: Era Uma Vez…Minha História

Quando: 22 a 25 de novembro de 2018

Horário: 9h30 às 20h (quinta e sexta-feiras) e das 9h30 às 17h (sábado e domingo)

Local: Academia Pernambucana de Letras (APL)

Endereço: Avenida Rui Barbosa, Nº1.596, Graças

Entrada franca – atividades gratuitas

 

Confira a Programação e boa diversão!

 

Teatro: O Pequeno Príncipe Preto

*** 22/11/2018 – QUINTA FEIRA ***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

9h às 11hPOLO LETRAS MIÚDAS – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

11h – Cerimônia de abertura da Flitin 2018 – Apresentação do grupo Meninos do Batuque (Garanhuns)

 14h às 15hPOLO LETRAS MIÚDAS - Oficina Galeria Reciclada

 

14h30 às 15h30 – Mediação de leitura com Roma Júlia – História do meu povo – Polo: Outras Palavrinhas

Contação de histórias a partir de títulos com temáticas afro-brasileira e africana, valorizando autoras negras e protagonistas negras.

 

15h às 15h30 - Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

16h – Peça teatral O Pequeno Príncipe Preto – (Grupo Pé de Vento/RJ) – Polo: Auditório

 O espetáculo infantojuvenil conta a história de um príncipe que percorre diferentes planetas em uma jornada de entendimento sobre a importância da valorização da sua cultura e descobre o quanto é bonita a diversidade de cada povo. Em suas viagens, o príncipe tem como objetivo espalhar as sementes da Baobá, árvore milenar do seu planeta, que lhe ensinou o conceito de UBUNTU: eu sou porque nós somos. Em cada planeta que passa, o príncipe transmite o UBUNTU a personagens que encontra, evidenciando a importância dessas sementes também para outros povos.

 

Contação de História: o menino da gaiola

*** 23/11/2018 – SEXTA FEIRA***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

9h30 às 10h30 – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

10h às 11h – Mediação de leitura – Livro Um Novo Abraço (Cepe Editora), com grupo Tapete Voador – Polo outras palavrinhas

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

14h às 15h – Oficina Galeria Reciclada

 

14h30 às 15h30 - Mediação de leitura e bate-papo com o autor Cleyton Cabral (livro O menino da Gaiola) – Polo: Outras Palavrinhas

O escritor Cleyton Cabral conversa sobre seu livro O Menino da Gaiola, que trata de um tema delicado: a violência sexual contra crianças. Para tanto, o autor criou o personagem Vito, de 9 anos, que anda com uma gaiola com papéis onde anota o sonho das pessoas para depois libertá-los.

 

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

16 às 17h – Oficina de palhaçaria -  Ao Amanhecer, Brincar – Polo: Letras Miúdas

A oficina terá 60 vagas e inscrição na hora, por ordem de chegada.

Com 16 horas/aula, a oficina é voltada para artistas, educadores, crianças e interessados de qualquer área de conhecimento que possua curiosidade acerca da linguagem do palhaço. O objetivo é estimular os participantes a acessar o “estado primário” do palhaço, que se origina na disponibilidade do brincar. E também praticar, através de exercícios, a estrutura do jogo cênico do palhaço baseado nos três tópicos que edificam o jogar: olhar, escuta e percepção. Marcelo Oliveira é arte-educador, ator, palhaço, diretor e dramaturgo, formado no curso de Artes Cênicas da Universidade Federal de Pernambuco e faz parte do elenco dos Doutores da Alegria desde 2010.

 

Teatro: As travessuras de Mané Gostoso (Cia Meias Palavras – PE)

*** 24/11/2018 – SÁBADO ***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

10h às 12h – Seminário Flitin com a participação de Sueli Cagneti – Polo: Auditório

 Único evento da programação voltado para o público adulto. A proposta deste espaço é discutir a produção literária para a infância no Brasil com participação da escritora Sueli Cagneti, também pesquisadora da estética da literatura infantojuvenil e pedagogia da leitura; o autor e editor da Cepe Editora, Wellington de Melo; e a jornalista do Catraquinha Renata Penzani, autora do site Garimpo Miúdo.

 

11h – Peça teatral As Aventuras de Mané Gostoso (Cia Meias Palavras – PE) – Polo: Letras Miúdas

As travessuras de Mané Gostoso é uma brincadeira inspirada na oralidade e nos contos populares que mistura música ao vivo, bonecos e atores para contar as estripulias de um dos brinquedos da nossa herança cultural: Mané Gostoso. Nesta história ele é um mutreteiro, inventador de causos, que vive tranquilo sua vidinha na cidade de Boitibóia até a chegada de um Forasteiro que o desafia. Nessa disputa pelo amor e a sobrevivência até os atores jogam com o público na escolha de quem viverá o papel do Mané Gostoso. Criando, a cada dia, um espetáculo diferente cheio de surpresas, humor e poesia.

 

14h às 16h – Seminário Flitin: “A leitura como ferramenta de transformação social”

14h às 15h – Mediação de leitura – Livro Pequeninas histórias de gente pequenina (Cepe Editora), de Xico Bezerra-PE – Polo outras palavrinhas

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

15h às 16h – Mediação de leitura do livro Dianimal (Cepe Editora), de Alexandre Revoredo

Em versos rimados, escritos em quadras ou em formato de haikais, o livro apresenta a poesia às crianças e os animais do dia e da noite. Há dez anos trabalhando com música e poesia, Alexandre Revoredo envereda com Dianimal pelo mundo da literatura infantil. O livro é ilustrado pelo designer Stuart Marcelo.

 

16h às 17h – Lançamento do livro Pedrinho e a chuteira da sorte (Cepe Editora), de Marcelo Cavalcante – polo outras palavrinhas

 

17h - Apresentação teatral – “Histórias da Caixola (Coletivo Tear – PE)

 

Oficina de musicalização: Cacau – Mini Rock

*** 25/11/2018 – DOMINGO ***

 

9h30 às 17h – Feira de Livros

9h30 às 11h – Oficina de Musicalização com Cacau da Mini Rock

A oficina terá 30 vagas e não terá inscrição prévia.

Na oficina, a cantora Cláudia Soul (Cacau), líder da banda infantil MINI ROCK, interage com as crianças contando as histórias de um lugar onde tudo vira música, desde bichinhos, objetos até personagens bem diferentes do que estamos acostumados a ver! De forma lúdica, a oficina decorre com muita música para as crianças cantarem junto, tocarem instrumentos de brinquedo, fazerem coreografias e também participarem de atividades escritas onde o conhecimento musical se mistura com as brincadeiras. O conteúdo inclui desde apresentação de tipos de instrumentos, as intensidades musicais, descoberta de ritmos até a apresentação das figuras musicais com a Clave de Sol, as notas musicais e as figuras rítmicas.

 

10h às 11h – Bate-papo com a autora Débora Seabra sobre o livro Débora conta histórias (Alfaguara) – Polo: Outras palavrinhas

Débora Seabra de Moura é a primeira professora com Síndrome de Down do Brasil e, além de escritora, realiza palestra em todo o País sobre inclusão. Pelo seu trabalho, recebeu o Prêmio Claudia 2018, considerada a maior premiação feminina da América Latina. Em Débora conta histórias, a autora conta histórias sobre inclusão e superação das dificuldades e do preconceito, além da importância da amizade.

 

11h às 12h – Mediação de leitura – Lançamento do livro Uma Festa na Floresta (Cepe Editora), com presença da autora, Lêda Selaro, e grupo Tapete Voador – polo outras palavrinhas

 

14h ás 16h – Oficina Como Ilustrar um Livro Infantil com Walther Moreira Santos

A oficina terá 50 vagas e não terá inscrição prévia – Sala de projeção

Oficina com Walther Moreira Santos, designer, ilustrador, escritor e artista plástico.

 

14h às 16h – Oficina de Desprincesamento com a jornalista Cláudia Bettini (Rádio Matraquinha/ Corujices) – polo outras palavrinhas

 

Coleção Itaú Criança 2016

Começou a campanha Itaú criança 2016, onde você só precisa se inscrever para receber em casa dois livros cuidadosamente escolhidos com muito carinho para incentivar a leitura entre as crianças, válido para todo o Brasil.

Eu posso dizer de camarote, pois tenho todas as coleções da campanha  “Leia Para Uma Criança”, é verdade, não precisa ser cliente do banco e ninguém vai ficar depois te ligando nem mandando propagandas do banco, é realmente puro incentivo a leitura!

 

E neste ano os 2 livros são:

Maya e Selou – De Lara Meana

Maya e Selou são duas crianças vizinhas que através de diferentes atividades do dia a dia – como acordar, comer, brincar, tomar banho e escutar histórias – inventam vários mundos fantásticos.

 

Poeminhas da Terra – De Marcia Leite

Diferentes versos compostos por palavras de origem tupi celebram a convivência do homem com a natureza. “Poeminhas da terra” aproxima as crianças da cultura dos povos indígenas.

 

Então corre lá e faz logo o seu cadastro, é super rápido! www.itau.com.br/crianca

Procure a aba “Peça sua coleção” e vá preenchendo  o que se pede, depois é só esperar!

 

Compartilhe esta boa notícia com os amigos e depois me conta o que achou!

Livro: O Rei do Baião

E hoje, na semana do São João a nossa #DicaDeLivro foi dada pela querida Mariane Bigio, da Rádio Matraquinha, que vai ao ar todas os sábados às 11h na rádio folha de PE 96.7 FM, trazendo sempre músicas e histórias para as nossas crianças. E o livro que ela nos indicou, no clima Junino foi: O Rei do Baião – do Nordeste para o mundo. Livro sobre Luiz Gonzaga, em forma de literatura de cordel, em comemoração dos 100 anos do cantor.

 

Sinopse:

Luiz Gonzaga nasceu em 1912. E se estivesse vivo em 2012, Luiz Gonzaga já teria completado 100 anos! Além de divulgar suas músicas com temas sobre o sertão, o velho Lua apresentou a cultura brasileira para os quatro cantos do Brasil. Xote, baião, forró e xaxado, tornaram-se conhecidos e influenciaram outros ritmos, criando novas gerações de cantores e compositores.

Em O Rei do Baião – Do Nordeste para o Mundo, o poeta cearense Arievaldo Viana cordeliza a vida de Luiz Gonzaga através de versos que ganham textura e sensibilidade através das cores e das formas das gravuras do pernambucano Jô Oliveira.

 

Ficha Técnica

Livro: O Rei do Baião – Do Nordeste para o Mundo

Autor: Arievaldo Viana

Ilustração: Jô Oliveira

Editora: Planeta Jovem

Indicado: para crianças a partir de 6 anos

Livro: Bandeira de São João

E continuando nossas Dicas Juninas, o livro desta semana foi uma indicação da querida cantora e contadora de histórias Ilana Ventura e quando ela me falou a história do livro, imediatamente me apaixonei e já estou ansiosa para comprar e ler!!!!!! O livro que ela indicou fala da nossa cultura enquanto estão preparando os festejos juninos! Vai muito além da festa, pois trás um pouco da vida, costumes do nosso nordeste e a importância de valores vitais: Bandeira de São João! E como o livro trás uma estrutura como se fosse uma peça de teatro, você pode adquirir também o CD para complementar o livro e torná-lo ainda mais atrativo e interessante.

Sinopse:

Depois de trabalhar a terra e plantar as sementes, nada mais alegre do que colher os frutos. As festas juninas brasileiras, principalmente no Nordeste, celebram a prosperidade e a fartura das colheitas. Bandeira de São João, de Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima, conta, em uma narrativa simples e metafórica, a história do desaparecimento do sol, que se escondeu deixando a terra escura e triste. O Noivo e a Noiva iam se casar à luz de uma fogueira, mas se perdem. A Boneca de Milho não amadurece em espiga e o pássaro Uanari não canta mais. Só há uma maneira de trazer a alegria de volta, realizar o casamento e dançar uma quadrilha, achando o sol. Os personagens passam por várias provas nessa busca, sem perder a coragem e o sonho. Bandeira de São João fala de amadurecimento e dos obstáculos que cada indivíduo deve superar para viver melhor. Baseada em brincadeiras populares da região nordeste, os autores criaram uma peça teatral divertida e cheia de sabedoria, que, mesmo com a aparência infantojuvenil, é escrita para todas as idades.

 

Ficha Técnica

Livro:Bandeira de São João

Autor: Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima

Ilustração: Flávio Fargas

Editora: Alfaguara

Indicado: para crianças a partir de 5 anos

 

O Pipoco dos Bacamarteiros

E como estamos em clima junino, que tal uma Dica de livro para trazer a nossa cultura para perto das nossas crianças??? A dica é o livro: O Pipoco dos Bacamarteiros. O livro é uma atração e diversão a parte, pois a cada página que abrimos vão abrindo pop ups com mais riqueza de detalhes para o leitor ir explorando e no final ele fecha 360º formando uma linda estrela e você pode admirar e brincar com as ilustrações que ficam como um cenário.

 

 

Sinopse:

Que som é esse mais forte que o dos fogos e parecido com o do compasso do coração? Vem da arte do bacamarte, que nem todo mundo conhece bem, porque é uma tradição com poucos registros. Mas em O Pipoco dos Bacamarteiros, por meio da história de Zé Pipoco e Maria Fumaça, se pode aprender sobre essa manifestação cultural tão rica e cheia de beleza. Com projeto gráfico que utiliza elementos das xilogravuras e linguagem inspirada livremente na poesia popular, este livro é o segundo volume da coleção A Cultura Pernambucana em 3 Dimensões, que chega após o sucesso de Os Gigantes de Olinda. Junto com o sonho de que, hoje ou lá no futuro, mais e mais pessoas possam conhecer melhor as nossas tradições.

 

Ficha Técnica

Livro: O Pipoco dos Bacamarteiros

Autor: Flavinha Marques

Ilustração: Erick Vasconcelos

Editora: Bailarina Produções

Indicado: para crianças a partir de 4 anos