Volta às aulas com o Varejão do Estudante

Foto divulgação: Varejão do Estudante

Livros são produtos que estamos sempre comprando, ou pelo menos deveríamos, principalmente se tivermos crianças em casa, pois eles são grandes aliados na educação e desenvolvimento dos nossos filhos. Livros vão muito além dos pedidos para a escola, então se você não tem o hábito de comprar livros ao longo do ano, sugiro que neste começo de ano quando for comprar o material escolar e os livros solicitados pela escola (didáticos e paradidáticos) inclua mais alguns paradidáticos para toda a família.

 

E pensando nisso eu trouxe uma dica para ajudar vocês nestas compras: você conhece o varejão do estudante? É uma livraria daqui de Recife, que possui loja física e virtual, para realmente ajudar e facilitar para todos. Vamos aproveitar todas estas facilidades que eles nos oferecem e também apoiar o comércio local, né?! Afinal, este ano não foi fácil para ninguém e seria muito legal da nossa parte apoiar as empresas e empreendedores locais, valorizar o que é nosso.

 

A loja online (no site, telefone fixo ou whatsapp) é pensando naqueles que não querem perder tempo para ir a uma loja e comprar pessoalmente, então para agilizar ainda mais o processo, eles possuem um banco de dados de várias escolas, então basta você selecionar a escola e a série do seu interesse e automaticamente já aparecerá a relação dos livros com todos os valores. E na mesma compra você ainda pode incluir livros avulso, procurando por título, autor ou editora. Praticidade total, pede e recebe tudo em casa. E se for de Recife, recebe em casa com até 24 horas ou pode retirar no drive do Varejão, sem precisar sair do carro.

 

Mas se você é de Recife, ama livros e gosta de escolher olhando, pegando, te sugiro uma visita à loja, que fica na Avenida Manoel Borba, 292, no bairro da Boa Vista. A loja está toda novinha, com excelente estrutura e super preparada para receber a todos da melhor forma e com toda a segurança necessária.

 

Lá você não terá problemas de acesso, nem para estacionar, pois ela é super bem localizada e possui um enorme estacionamento, gratuito para clientes em atendimento.

 

Entrando na loja teremos a possibilidade de circular entre prateleiras expositoras de livros paradidáticos, setorizados por estilos, inclusive tendo uma área grande reservada apenas para os livros infantis e infanto-juvenis, não preciso nem dizer, que adoro esta parte, né?!

Um pouco mais adiante teremos um balcão enorme, com vários atendentes para lhe ajudar na compra dos livros didáticos e técnicos. Neste balcão também poderemos solicitar paradidáticos, pois são muitos e os que são mais solicitados pelas escolas, já ficam lá para agilizar o atendimento. Os atendentes, assim como na plataforma online, possuem a lista das escolas e você informando já agiliza a busca e separação do material.

Saindo destes setores de compras, você irá diretamente para o caixa, local também com vários atendentes, para evitar filas e demora. E se não bastasse tudo isso: estrutura, variedade de produtos e qualidade no atendimento, você terá a possibilidade de facilitar o pagamento com várias opções para parcelamento.

 

Em função da pandemia, estão fazendo aferição de temperatura, disponibilizando álcool gel, exigindo o uso obrigatório de máscara e o afastamento social. E para quem for na loja também poderá fazer o seu atendimento numa área externa, montada especialmente por causa a pandemia.

 

Está esperando o quê? Vai lá no varejão ou entra no site e compre logo os livros para toda a família!

Varejão do Estudante

www.varejao.com.br

Avenida Manoel Borba, nº292, Boa Vista – Recife – PE

Telefone: 81. 2123-5853 / WhatsApp: 81. 99644-1043

Horário de funcionamento em janeiro: Segunda a Sexta: 8:00h às 18:00h / Sábad0: 8:00h às 14:00h

Parcelamento: 10 vezes sem juros no cartão, até 28/02/2021 (parcela mínima de R$40,00)

 

 

Troca-troca de Livros no SESC

 

Mês de arroxo no orçamento das famílias, janeiro compromete ainda mais aquelas quem têm filhos no ensino escolar. Matrícula, fardamento e livros, entre outros itens solicitados pelas instituições de ensino, estarão mais caros neste ano. De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigo Escolar (Abifae), o preço aumentou em média 10%. Para aliviar esse cenário e também pensando na sustentabilidade, o Sesc deu início à campanha  de arrecadação para a 14ª edição da Feira do Troca-Troca de Livros, que vai acontecer no dia 19 de janeiro, das 8h às 11h, no Ginásio do Sesc Santo Amaro.

 

“A Feira já se tornou uma tradição para muitos pais e mães, que vêm com a lista de livros e conseguem encontrar todos ou a maior parte deles aqui. Além disso, contribuímos para a circulação do conhecimento e melhor aproveitamento das obras”, avalia a coordenadora da iniciativa, Paula Alves. Até o dia 16 deste mês, os livros, em bom estado, podem ser levados a uma das bibliotecas do Sesc Santa Rita, Santo Amaro, Casa Amarela e Piedade. São aceitos títulos didáticos, infantis ou literários e, no momento da entrega, o participante recebe o cupom equivalente à obra para o dia da feira.

 

Cada pessoa pode participar com até 20 unidades. As obras serão analisadas no ato da entrega pelo responsável da biblioteca de cada unidade. Só serão aceitos livros didáticos editados a partir de 2015. Serão desconsiderados os que estiverem deteriorados, rasgados, do Programa Nacional do Livro Didático e do professor. Na última edição da feria, foram arrecadados quatro mil títulos para o evento e participaram mais de 500 pessoas.

 

Serviço – 14ª edição da Feira Sesc do Troca-Troca

Arrecadação: Até 16 de janeiro, nas bibliotecas do Sesc Santa Rita, Santo Amaro, Casa Amarela e Piedade

Feira: 19 de janeiro de 2019, no Ginásio do Sesc Santo Amaro, 8h às 11h

Informações: www.sescpe.org.br

Flitin – I Feira da Literatura Infantil

Que bom saber que criança não deixa a literatura de lado nem na crise! O segmento infantojuvenil foi o único que não entrou na estatística da retração de 21% que o mercado editorial nacional sofreu ano passado. Por si só, essa já seria uma forte justificativa para uma feira voltada exclusivamente para o público infantil. E como forma de enaltecer e agradecer este público fiel, teremos a a I Feira da Literatura Infantil (Flitin), na Academia Pernambucana de Letras (APL), de 22 a 25 de novembro de 2018. A feira ocupará todo o espaço físico da Academia Pernambucana de Letras (8 mil metros quadrados), com 150 metros de área coberta, onde estarão instalados dez (10) estandes. A feira contará com palco externo, sala de projeção, atividades nos jardins, cenografia com o tema da Flitin, visitas guiadas ao Museu da APL, food bikes, além de café/lanchonete.

 

O evento, realizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) em parceria com a Proa Cultural, será gratuito e voltado ao público de 3 a 12 anos. Na programação, além de lançamentos literários, oficinas, animações e mediação de leituras, haverá espaço para outras manifestações culturais como música e teatro. A feira terá o tema “Era uma vez…Minha História”, que trata-se de uma referência a como se iniciam muitas histórias infantis, e ainda insere a criança como protagonista, tanto do evento como da própria vida que está sendo escrita.

 

Segundo Margarida Cantarelli, presidente da APL (Academia Pernambucana de Letras), é importância aproximar o público infantil da academia. “É uma oportunidade de contato com a leitura, o que é papel da academia. No nosso museu teremos apresentação adequada ao público infantil”, declarou Margarida.

 

A Fundarpe, estará presente na Feira, e entrará com duas ações. Uma delas chama-se “Livros Livres“, que se propõe a ‘libertar livros‘ desde 2011, uma vez por mês, em todos os cantos do Estado. “Deixaremos livros em lugares da feira para que as pessoas peguem, leiam e depois devolvam”, explica Jaime. Já o “Escambo de Livros” leva um estande e propõe a troca de livros em bom estado que não sejam nem didáticos, nem religiosos. Esta parte eu adorei, pois quem não tem pelo menos um livro em casa, que não será mais lido? É uma ótima oportunidade de “libertá-lo” e trazer um “novo” para casa.

 

Estarão participando as editoras e livrarias: Grão Livraria Infantil, Leitura Livraria, Vila 7, Paulinas, Ática/Editora Scipione, Moderna, Bagaço, Babecco, Jaqueira, FTD, Positivo, Viu Cine.

 

SERVIÇOS:

I Feira da Literatura Infantil – Flitin

Tema: Era Uma Vez…Minha História

Quando: 22 a 25 de novembro de 2018

Horário: 9h30 às 20h (quinta e sexta-feiras) e das 9h30 às 17h (sábado e domingo)

Local: Academia Pernambucana de Letras (APL)

Endereço: Avenida Rui Barbosa, Nº1.596, Graças

Entrada franca – atividades gratuitas

 

Confira a Programação e boa diversão!

 

Teatro: O Pequeno Príncipe Preto

*** 22/11/2018 – QUINTA FEIRA ***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

9h às 11hPOLO LETRAS MIÚDAS – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

11h – Cerimônia de abertura da Flitin 2018 – Apresentação do grupo Meninos do Batuque (Garanhuns)

 14h às 15hPOLO LETRAS MIÚDAS - Oficina Galeria Reciclada

 

14h30 às 15h30 – Mediação de leitura com Roma Júlia – História do meu povo – Polo: Outras Palavrinhas

Contação de histórias a partir de títulos com temáticas afro-brasileira e africana, valorizando autoras negras e protagonistas negras.

 

15h às 15h30 - Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

16h – Peça teatral O Pequeno Príncipe Preto – (Grupo Pé de Vento/RJ) – Polo: Auditório

 O espetáculo infantojuvenil conta a história de um príncipe que percorre diferentes planetas em uma jornada de entendimento sobre a importância da valorização da sua cultura e descobre o quanto é bonita a diversidade de cada povo. Em suas viagens, o príncipe tem como objetivo espalhar as sementes da Baobá, árvore milenar do seu planeta, que lhe ensinou o conceito de UBUNTU: eu sou porque nós somos. Em cada planeta que passa, o príncipe transmite o UBUNTU a personagens que encontra, evidenciando a importância dessas sementes também para outros povos.

 

Contação de História: o menino da gaiola

*** 23/11/2018 – SEXTA FEIRA***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

9h30 às 10h30 – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

10h às 11h – Mediação de leitura – Livro Um Novo Abraço (Cepe Editora), com grupo Tapete Voador – Polo outras palavrinhas

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

14h às 15h – Oficina Galeria Reciclada

 

14h30 às 15h30 - Mediação de leitura e bate-papo com o autor Cleyton Cabral (livro O menino da Gaiola) – Polo: Outras Palavrinhas

O escritor Cleyton Cabral conversa sobre seu livro O Menino da Gaiola, que trata de um tema delicado: a violência sexual contra crianças. Para tanto, o autor criou o personagem Vito, de 9 anos, que anda com uma gaiola com papéis onde anota o sonho das pessoas para depois libertá-los.

 

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

16 às 17h – Oficina de palhaçaria -  Ao Amanhecer, Brincar – Polo: Letras Miúdas

A oficina terá 60 vagas e inscrição na hora, por ordem de chegada.

Com 16 horas/aula, a oficina é voltada para artistas, educadores, crianças e interessados de qualquer área de conhecimento que possua curiosidade acerca da linguagem do palhaço. O objetivo é estimular os participantes a acessar o “estado primário” do palhaço, que se origina na disponibilidade do brincar. E também praticar, através de exercícios, a estrutura do jogo cênico do palhaço baseado nos três tópicos que edificam o jogar: olhar, escuta e percepção. Marcelo Oliveira é arte-educador, ator, palhaço, diretor e dramaturgo, formado no curso de Artes Cênicas da Universidade Federal de Pernambuco e faz parte do elenco dos Doutores da Alegria desde 2010.

 

Teatro: As travessuras de Mané Gostoso (Cia Meias Palavras – PE)

*** 24/11/2018 – SÁBADO ***

 

9h30 às 20h – Feira de Livros

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

10h às 12h – Seminário Flitin com a participação de Sueli Cagneti – Polo: Auditório

 Único evento da programação voltado para o público adulto. A proposta deste espaço é discutir a produção literária para a infância no Brasil com participação da escritora Sueli Cagneti, também pesquisadora da estética da literatura infantojuvenil e pedagogia da leitura; o autor e editor da Cepe Editora, Wellington de Melo; e a jornalista do Catraquinha Renata Penzani, autora do site Garimpo Miúdo.

 

11h – Peça teatral As Aventuras de Mané Gostoso (Cia Meias Palavras – PE) – Polo: Letras Miúdas

As travessuras de Mané Gostoso é uma brincadeira inspirada na oralidade e nos contos populares que mistura música ao vivo, bonecos e atores para contar as estripulias de um dos brinquedos da nossa herança cultural: Mané Gostoso. Nesta história ele é um mutreteiro, inventador de causos, que vive tranquilo sua vidinha na cidade de Boitibóia até a chegada de um Forasteiro que o desafia. Nessa disputa pelo amor e a sobrevivência até os atores jogam com o público na escolha de quem viverá o papel do Mané Gostoso. Criando, a cada dia, um espetáculo diferente cheio de surpresas, humor e poesia.

 

14h às 16h – Seminário Flitin: “A leitura como ferramenta de transformação social”

14h às 15h – Mediação de leitura – Livro Pequeninas histórias de gente pequenina (Cepe Editora), de Xico Bezerra-PE – Polo outras palavrinhas

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação – Sala de Projeção

 

15h às 16h – Mediação de leitura do livro Dianimal (Cepe Editora), de Alexandre Revoredo

Em versos rimados, escritos em quadras ou em formato de haikais, o livro apresenta a poesia às crianças e os animais do dia e da noite. Há dez anos trabalhando com música e poesia, Alexandre Revoredo envereda com Dianimal pelo mundo da literatura infantil. O livro é ilustrado pelo designer Stuart Marcelo.

 

16h às 17h – Lançamento do livro Pedrinho e a chuteira da sorte (Cepe Editora), de Marcelo Cavalcante – polo outras palavrinhas

 

17h - Apresentação teatral – “Histórias da Caixola (Coletivo Tear – PE)

 

Oficina de musicalização: Cacau – Mini Rock

*** 25/11/2018 – DOMINGO ***

 

9h30 às 17h – Feira de Livros

9h30 às 11h – Oficina de Musicalização com Cacau da Mini Rock

A oficina terá 30 vagas e não terá inscrição prévia.

Na oficina, a cantora Cláudia Soul (Cacau), líder da banda infantil MINI ROCK, interage com as crianças contando as histórias de um lugar onde tudo vira música, desde bichinhos, objetos até personagens bem diferentes do que estamos acostumados a ver! De forma lúdica, a oficina decorre com muita música para as crianças cantarem junto, tocarem instrumentos de brinquedo, fazerem coreografias e também participarem de atividades escritas onde o conhecimento musical se mistura com as brincadeiras. O conteúdo inclui desde apresentação de tipos de instrumentos, as intensidades musicais, descoberta de ritmos até a apresentação das figuras musicais com a Clave de Sol, as notas musicais e as figuras rítmicas.

 

10h às 11h – Bate-papo com a autora Débora Seabra sobre o livro Débora conta histórias (Alfaguara) – Polo: Outras palavrinhas

Débora Seabra de Moura é a primeira professora com Síndrome de Down do Brasil e, além de escritora, realiza palestra em todo o País sobre inclusão. Pelo seu trabalho, recebeu o Prêmio Claudia 2018, considerada a maior premiação feminina da América Latina. Em Débora conta histórias, a autora conta histórias sobre inclusão e superação das dificuldades e do preconceito, além da importância da amizade.

 

11h às 12h – Mediação de leitura – Lançamento do livro Uma Festa na Floresta (Cepe Editora), com presença da autora, Lêda Selaro, e grupo Tapete Voador – polo outras palavrinhas

 

14h ás 16h – Oficina Como Ilustrar um Livro Infantil com Walther Moreira Santos

A oficina terá 50 vagas e não terá inscrição prévia – Sala de projeção

Oficina com Walther Moreira Santos, designer, ilustrador, escritor e artista plástico.

 

14h às 16h – Oficina de Desprincesamento com a jornalista Cláudia Bettini (Rádio Matraquinha/ Corujices) – polo outras palavrinhas

 

Brinque Construindo

Uma ótima DICA de presente para este dia das crianças é o livro “Brinque Construindo“, que une duas coisas super importantes para as crianças: o contato com  a leitura e com brincadeiras criativas e é exatamente isto que este livro trás. Pode ser que seu filho não conheça amarelinha, carrinho de lata, fantoche de colher de pau, peteca e pé de lata, mas com certeza você já brincou ou pelo menos viu quando criança.

 

Com 96 páginas, a publicação apresenta uma coletânea com opções de 30 brinquedos, detalhando a história e ensinando a produção deles em quatro etapas: utensílios e materiais, como fazer, registro fotográfico de cada peça concluída e modo de brincar. Corrida das galinhas, tamanca, bolhas, pião, buraco do tatu, pega vareta, totó de caixa, carrinho de lata, caça palavras, labirinto, descida de barbado, jogo da velha, memória de picolé, esgrima são algumas descritas no título.

 

“A escolha dos brinquedos para a publicação teve como base os que tinham relação com o Nordeste, com a história, com a apropriação cultural, com a memória afetiva e com a possibilidade de reprodução de forma manual. Ressaltamos que momentos de descontração e divertimento podem ser vivenciados por brinquedos que não estão ligados na tomada”, ressalta o escritor Ranniery José Dantas.

 

Ficha Técnica:

Livro: Brinque construindo: brinquedos sem fio na tomada

Autor: Jeane Karla Albuquerque e Ranniery José Dantas

Fotos: Maker Mídia

Editora: Sesc/ PE

Indicado: para crianças a partir de 5 anos (até menores, acompanhados por adultos)

 

Vamos Jogar Futebol

Em ano de Copa do Mundo de Futebol, até as meninas aumentam o interesse por este esporte, quer seja jogando ou mesmo fazendo álbuns de figurinhas e para mergulhar neste universo eu trago a Dica de um livro muito legal que a editora Ciranda Cultural está lançando agora em 05/06/18: Vamos jogar futebol.

 

De cara o que me agradou muito e chamou minha atenção é que ele foi escrito e ilustrado por duas mulheres, duas Fernandas. E nas ilustrações encontramos várias meninas, o que tira um pouco esta história de que futebol é coisa de menino. Todos podem jogar, gostar e entender do esporte, afinal, o futebol é o esporte favorito da maioria dos brasileiros e está presente nos quatro cantos do nosso país.

 

A autora mostra neste livro que devemos conhecer as regras para participar de forma honesta e leal, assim como na vida, que para sermos bons cidadãos temos que obedecer as Leis e normas de boa convivência.

 

Ela começa apresentando os componentes do jogo, como o campo, os equipamentos, os “personagens” envolvidos… Depois de todos devidamente apresentados através de texto e ilustrações, começa o jogo e ela vai explicando como funciona este e suas regras. No final é só chamas os amigos e se divertir muito: lendo, aprendendo e jogando. Tem inclusive dois cartões (vermelho e amarelo) que a criança pode recortar e brincar de ser juiz.

 

Sinopse:

Vamos jogar futebol apresenta de uma maneira lúdica as regras do futebol e mostra a importância da arbitragem para que os jogos aconteçam de maneira justa. Os pequenos torcedores poderão refletir, respeitar e admirar ainda mais o esporte e todos os profissionais em campo.

 

Ficha Técnica:

Livro: Vamos Jogar Futebol

Autor: Fernanda Colombo

Ilustrador: Fernanda Montoni

Editora: Ciranda Cultural

Indicado: para crianças a partir de 5 anos