Aventuras no Museu

 

Eu sempre me perguntava: qual a idade indicada para levar minha pequena para determinados tipos de passeios… E museu era um que sempre me intrigava. Será que ela saberá se comportar?   Não ficará querendo pegar em tudo?   Não vai sair correndo pelos corredores?   Não vai ficar impaciente? Será que ela vai gostar???

 

Realmente não é fácil saber todas estas respostas, mas uma vez conversando com a coordenadora da escola, perguntei sobre o assunto e ela me respondeu:   “Não tem idade mínima…   Todo passeio é sempre válido, nem que seja para os pequenos irem se acostumando ao ambiente e que dependendo da idade o foco e a percepção seriam diferentes, mas sempre proveitosa”. Foi a deixa que eu precisava… Na primeira oportunidade fomos, eu e minha pequena, ao museu. Mas é claro que escolhi um que, a meu ver, seria mais interessante para ela.

 

Me preparei psicologicamente para o passeio, sim…   Pois tinha que estar preparada para ela não gostar e no primeiro setor pedir para sair e ir para casa… Fomos para um, para outro e ela sempre gostando… foram férias bem culturais!!! Às vezes achava que ela não estava gostando, nem prestando atenção, mas quando chegávamos em casa, lá vinha o relatório completo do passeio para o pai, os avós, os tios… todos aqueles que encontrássemos com certeza teriam que ouvir suas aventuras no museu.

 

Depois lendo sobre o assunto, vi uma frase que não saiu da minha cabeça: “Os museus podem ser bem interessantes para os pequenos, desde que apresentados de maneira coerente com a idade deles, mas muitas vezes nos sentimos assim… intimidados, com a dúvida do desconhecido, mas não devemos nos privar de passeio algum e sim “encarar”, o máximo que pode acontecer é ter uma experiência não tão boa.

 

No início eles irão aprendendo a se comportar naquele espaço, assimilando suas regras de bom comportamento. Depois irá se entreter mais com a exposição em si. É um ambiente novo, para eles, cheios de informações e ótimo para os pequenos desenvolverem seu lado explorador.

 

Algumas dicas para ajudar nestes passeios, principalmente nas primeiras vezes:

 

Dica 1) Escolha primeiro museus de objetos, que possam despertar mais interesses na área perceptiva. É mais fácil para eles entenderem objetos do que pinturas. É mais atrativo!

 

Dica 2) Procure sempre explicar o que é um museu, como será o passeio e lá ir “desvendando” cada obra. Mas não precisa ser muito detalhista e passar informações muito técnicas, para não ficar cansativo.

 

Dica 3) Pergunte sempre a opinião dos pequenos, o que eles acham que é… discutam sobre as respostas. Será interessante e bem proveitoso.

 

Dica 4) Caso na exposição que vocês forem tenha algum setor que você não ache apropriado ou que seja mais complexo para a idade do seu pequeno, “pule-a” ou passe mais rapidamente. Lembre-se que os pequenos na maioria das vezes ficam logo impacientes, então no começo é bom fazer passeios mais curtos.

 

Dica 5) Lembre-se: o passeio não é para formar pequenos críticos de artes e sim inseri-los no universo cultural e artístico dos museus, proporcionando a todos um bom momento de diversão.

 

Dica 6) Depois do passeio é sempre bom perguntar o que eles mais gostaram, para ir conhecendo mais o gosto e preferências do pequeno e depois poder relacionar o lugar com o que ele gostou. Ex: Lembra aquele museu que tinha um trem que você gostou??? Vai despertar o interesse do pequeno em voltar e conhecer outros.

 

Bom Passeio!

Faça Seu Comentário