Carol Levy – Canta Bicho

E está chegando o dia de mais uma estreia de Carol Levy, ela que canta conta e encanta crianças e adultos, começou com contações de histórias em livrarias e festas de aniversários, gravou o DVD Cantarola, com Carol Levy, recentemente o seu programa na Rede Globo Nordeste o Contarolando e agora ela lançará o seu primeiro CD Canta Bicho!

 

Como todo show de Carol, o espetáculo será marcado por apresentações musicais com banda ao vivo, intercalado de histórias e brincadeiras interativas com o público infantil. Além das inéditas do disco, o show também traz alguns sucessos de Carol, que já são cantadas de cor pelos fãs da cantora, como “Ventilador de Teto”, “Lobo legal” e “Pangaré”.
O Show trás uma equipe de peso como: direção musical de Carlinhos Borges, que também assume os teclados e programações, completando a banda estão os músicos Cacá Barreto (baixo), FredericaBourgeois (flauta) e Lara Klaus (percussão). A direção geral e cenário são de Luciano Pontes. A produção é deRaphaella Feitosa. Figurino de Marcondes Lima. Cabelo e Maquiagem: Manna Fernandes. Coreografia de Sandra Rino e Luciano Pontes. Bailarinos: Pascoal Filizola e Sandra Rino. Luz: Álvaro Artur Bomba. Objetos cênicos de Álcio SoaresLins.

Quem  quiser comprar o CD para já ir aprendendo todas as músicas e fazer bonito no show, pode adquiri-lo nas lojas: Passa Discos, Vila 7 e Zepelim. Misturando músicas inéditas, versões novas para clássicos de domínio público, histórias e as parcerias musicais que são destaques no trabalho. Tudo isso e muito mais num show que com certeza será mais um grande sucesso!

 

Um pouco do CD:

1ª faixa, “Bililiu” uma valsa que conta a história de um cachorro que está ficando velho, canção do músico pernambucano Zé Manoel,

 

2ª faixa, “Dinossaura de mentira”, narra uma otimista lagartixa, que tudo diz sim, música de Jr Black,

 

3ª faixa, “Vejo dois mosquitos pelo ar” é uma música de domínio público, que no disco ganha uma versão nova criada por Carlinhos Borges. “Vimos a letra dessa música num livro de canções populares e achamos a letra engraçada. É uma canção que funciona muito ao vivo, as crianças interagem e dançam”, conta Carol.

 

4ª faixa, “O Trem Maluco” outra canção de domínio público, mas desta vez um clássico famoso, que tem participação do Coral Pró-Criança.

 

5ª faixa, uma versão curta da história “A Cigarra e a Formiga”.

 

6ª faixa, “Gatinho Malhadinho” é uma inédita de Carol e Carlinhos, mas já sucesso com as crianças em apresentações ao vivo de Carol.

 

7ª faixa, “Será Serafim”, Carol e Carlinhos ganham a inspiração com participação de Betinho Montenegro (que também assina as ilustrações e direção de arte do disco). Betinho sonhou com um anjo

cheio de indagações e trouxe a ideia para Carol – virou música para o disco.

 

8ª faixa, “Passarinho Figo” é um verso de passagem (domínio popular).

 

9ª faixa, “Lararararari” música da contadora de histórias carioca, Savana Fontes.

 

10ª faixa, “A história do Macaco Roxo”, é de João Paulo Cerquinho Cajueiro, um pai e fã de Carol Levy. Ele acompanha o trabalho da

contadora desde que ela iniciou a carreira em apresentações na Livraria Cultura e sempre criou histórias para as filhas gêmeas. Carol viu uma dessas histórias em seu blog e se encantou pela história do macaco roxo que se apaixona por uma macaca laranja, confundida com um leão.

 

11ª faixa, “Lá no pântano” também traz uma curiosidade: a mãe de Carol estava cantando para o neto e filho de Carol (o pequeno Bento de 2 anos) uma música de dois sapinhos. Carol nunca encontrou

nenhum registro desta gravação, mas adaptou, junto com Carlinhos, esses versos de domínio público.

 

12ª faixa, “Macaco ou banana?” é um outro verso de passagem, de Eloi Bocheco,

 

13ª faixa, “Tartaruga furacão”, uma inédita de Daniel Gali (marido e compositor de Rhaissa Bittar). “Sou fã do trabalho de Daniel e da Rhaissa e queria muito uma música com a história de uma tartaruga, que para mim é um animal que parece ser velho desde o momento que nasce. Daniel conseguiu descrever o bicho com tanta poesia e a canção é incrível, numa faixa com mais de 5 minutos”, descreve Carol.

 

14ª faixa, “A rã e o touro” é outra história da tradição oral adaptada por Carol Levy.

 

15ª faixa, “Embolando a lingua” é uma embolada trava-lingua com a

participação de Elis Melo, de 6 anos, que já participou de canções e locuções para trabalhos da artista.

 

16ª faixa, “Urso? Mel?”, mais um verso de passagem de Eloí Bocheco,

 

 

17ª faixa, “História da Panqueca”, adaptação de Carol Levy para um conto popular.

 

18ª faixa, “A pulga”de  Carol e Carlinhos, conta com a participação de Thiago Hoover

 

19ª faixa, “Frevo das vogais”, também de  Carol e Carlinhos é uma versão do popopopopó dos carnavais, que fecha o disco.

 

Serviço:

Lançamento do disco Canta Bicho, de Carol Levy

Data: 23 e 24 de maio de 2015 (sábado e domingo)

Hora: 17:00h

Local: Teatro de Santa Isabel

Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) – crianças até 24 meses não pagam.

Local de venda: bilheteria do teatro (de terça a domingo, das 9h às 12h e das 13h às 17h.)

Incentivo do disco: Funcultura/ Fundarpe

Faça Seu Comentário