Tenho duas Casas

 

Há um tempo atrás descobri um blog super legal ” Blog não é a mamãe” que conta as histórias de uma boadrasta, que virou mãe! É isso mesmo que vocês estão lendo, é uma menina que conheceu um rapaz e se apaixonaram, sendo que ele vinha com kit completo, mas com toda a sua simpatia ela conquistou os coraçõezinhos destas crianças, mas como não podia ser diferente, teve o seu invadido também. De uma menina solteira ela passou a ser uma “senhora” casada e com dois “filhos”, já viram que ela tem muita história para contar, não é?! Então se você vive uma situação parecida ou conhece alguém assim, indica o blog dela, com certeza será inspirador e incentivador.

 

Mas depois das devidas apresentações, vamos ao livro que ela nos indicou: “Tenho duas casas”! Se na sua casa o seu relacionamento (dos pais) não deu certo com certeza uma coisa que te preocupa é a cabecinha dos teus filhos, não é?! Então este livro pode ajudar e muito…

 

Vou transcrever algumas partes do texto de Bianca, que quiser ler na íntegra vai lá no blog dela e confere, vale a pena!

 

“O livrinho era para ler junto com meus enteados, mas resolvi dar uma olhada antes e, para minha surpresa (ou não), chorei horrores (ainda bem que li antes sozinha!).

Filha de pais separados, a leitura me fez reviver momentos que eu achava que haviam ficado prá trás. Meu pai saindo de casa (umas vinte vezes), minha mãe chorando (umas 246574265742658726 vezes), um falando mal do outro (falam até hoje), brigas (das quais eu tinha pavor), descontrole, instabilidade… Como muitas crianças, vivi todas as facetas de um desenlace. Abrindo meu coração prá vocês: foi tão difícil que eu sequer pretendia me casar. Aliás, gostar de alguém verdadeiramente nunca esteve nos meus planos.”

 

“Por esta e por várias outras razões, um dos meus grandes propósitos sempre foi poupar os meus pequenos enteados. Às vezes a tensão entre o papai e a mamãe é bastante grande e nós, madrastinhas boas, podemos funcionar como… Um “porto seguro”? Um lugarzinho no qual a criança sente conforto e segurança?”

 

“Não desejo que meus lindões pequenos presenciem o que eu presenciei, tenham os medos que eu tive e cultivem uma culpa da qual ainda não me livrei: culpa por meus pais não estarem juntos. Vejam bem: sou adulta, terapeutizada, vivo um casamento feliz, mas até hoje sinto culpa pela separação dos meus pais. Como pode? Também não sei.”

 

“É nossa OBRIGAÇÃO criar um ambiente de harmonia e deixar bem claro para os pequenos que o vínculo deles com o papai e com a mamãe é inabalável. Eles são e continuarão sendo incondicionalmente amados. E mais: todos (papai + madrasta + mamãe) estão juntos para cuidar e prover.”

 

Sinopse:

A autora leva para a sala de aula a discussão de um tema atual e extremamente importante para a convivência: o surgimento de novas estruturas familiares na sociedade. Com texto e ilustrações leves e agradáveis, este livro propicia ao leitor o entendimento sobre um dado novo, a quebra de paradigmas, a identificação com os personagens, o respeito pela história de si e do outro e pelas diferenças. Contém atividades sugeridas para sala de aula: A história como ponto de partida para a quebra de padrões e a compreensão de novas possibilidades. A partir de perguntas e respostas sobre a história e também de relatos de histórias pessoais próprias ou de terceiros, levar o leitor a refletir e a encarar com naturalidade situações como: separação dos pais; novos arranjos familiares; filhos de pais separados; inclusão de novos membros; novos tipos de convivência. Se a criança narrar uma experiência pessoal, a atividade faz com que ela vivencie um processo de criação (ao organizar o relato) e de expressão (ao narrar a história), que a auxiliam a lidar com situações com as quais convive. Graça Lima ilustra o texto com muita criatividade, dando um toque especial a este livro encantador.

 

Ficha Técnica:

 

Livro: Tenho duas Casas

Autora: Cristina Von

Ilustradora:Graça Lima

Editora: Aquariana

Faça Seu Comentário