Janeiro de Grandes Espetáculos – 2013

O Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas de Pernambuco é um dos maiores eventos das artes cênicas em terras pernambucanas e do Brasil, em pleno mês de férias. A 19ª edição acontecerá de 08 a 27 de janeiro de 2013, não só na capital, Recife, mas também em Olinda e com extensões a dois outros municípios do interior do estado, Caruaru e Arcoverde.

 

O evento é uma realização da Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe), com programação distribuída em 118 sessões de espetáculos locais, nacionais e internacionais para adultos, crianças e na linguagem do teatro de rua, incluindo shows musicais, além de lançamentos de livros, seminário, debates, mesa redonda, palestras, sarau das artes, workshops, leituras dramatizadas, festas, entrega de prêmios e oficinas.

 

 

PROGRAMAÇÃO PARA O PÚBLICO INFANTIL:

 

1) Tranquilli!!! – Teatro C’art – Castelfiorentino/Itália

Data: 12 e 13 de janeiro (sábado e domingo),

Horário: 17:00h (Sábado) e 19:00h (domingo)

Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração: 1:15h | Indicação: livre

Ingresso: R$20,0(inteira) 0 e R$10,00 (meia)
Idioma: não verbal

 

Sinopse:

Direcionado a todas as idades, o espetáculo parte do conceito universal de tranquilidade para fazer rir e refletir sobre o ser humano que vive em função de uma sociedade estressante. Através de um personagem cômico, a obra rompe com o cotidiano frenético revelando seus momentos românticos e poéticos, extraídos do amor pela vida. Paulistano radicado na Itália desde 1995, e com estudos sobre a comicidade não verbal, André Casaca já foi levou este trabalho solo para vários países.

 

Direção e atuação: André Casaca. Assistente de direção: Fabrizio Neri e Teresa Bruno. Efeitos de vídeo: Julio Frediani. Equipamento cênico: Silvano Costagli.

 

2) De Artista e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco – Associação de Teatro de Olinda/ATO – Olinda/PE

Data: 12 de janeiro (sábado)

Horário: 16:30h

Local: Alto da Sé (Olinda/PE).
Duração: 35min | Indicação: livre.
Ingresso: Gratuito

 

Sinopse:

A dificuldade de sobrevivência de uma família faz com que a mesma arquitete planos pra ganhar dinheiro, não se importando com os bons costumes, a ética ou a moral. Daí, seus membros inventam loucuras para usufruir de uma aposentadoria e descambam até mesmo para o comércio da religião. O espetáculo deixa como reflexão que não vale a pena usar métodos escusos para se dar bem na vida, e também alerta sobre os direitos dos cidadãos.

 

Texto: Rosário Mendonça. Direção: Coletiva. Elenco: Paula Alves, Sandra Santana, Emerson Diniz, Flávio Henrique, Ivo Rodrigues, Ronaldo Quirino e Alessandro Silva.

 

3) Bolero de 4 – João Rafael e Luiz de Abreu – Salvador/BA

Data: 12 e 13 de janeiro (sábado e domingo)

Horário: 16:30h

Local: Alto da Sé (Olinda) – sábado e Parque Dona Lindu (pátio externo) – domingo
Duração: 16min | Indicação: livre.
Ingresso: GRATUITO

 

Sinopse: Um diálogo entre os princípios da dança contemporânea e as técnicas esportivas de bicicleta BMX para além do acrobático. Esta mistura estética desloca o esporte para o ambiente artístico e vice versa, criando outros significados onde o dançarino/performer pode expressar sentimentos, construir discursos e criar uma linguagem própria. Numa dança circular e crescente, assim como a música utilizada, Bolero de Ravel, de Maurice Ravel, o ciclista retrata de forma poética a história, o relacionamento e a cumplicidade com sua parceira de cena.

 

Concepção e direção: Luiz de Abreu. Intérprete criador: João Rafael. Produção: Jacqueline de Castro. Assistente de produção: Laura Collor.

 

4) Cantarim de Cantará – Dramart Produções – Recife/PE

Data: 13 de janeiro (domingo)

Horário: 17:00h

Local: Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu)

Duração: 1:05h | Indicação: livre
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

 

Sinopse:

Com trilha sonora ao vivo, este musical infantil de amor à Natureza acompanha a saga de uma frágil Pomba Rolinha que, ao perder sua casa por conta de uma ventania forte, acaba sendo enganada e aprisionada pelo Senhor Urubu Carcará, que lhe prometeu um apartamento de pássaro, com vista para o mar, para a montanha, para onde a vista puder alcançar… Neste drama, ela vai descobrir o valor de poder cantar e voar com liberdade, longe de gaiolas trancadas e junto à passarinhada.

 

Texto: Sylvia Orthof. Direção geral: Margarida Meira e Williams Sant’Anna. Diretora de produção: Socorro Rapôso. Produtor executivo: Deyvson Cavalcanti. Assistente de produção executiva: Daniella Barros. Direção musical: Fábio Andrade. Preparação vocal: Margarida Meira e Fábio Andrade. Coreografia: Black Escobar. Figurino e adereços: Sérgio Ricardo. Cenografia: Silva Filho. Iluminação: Luciana Raposo. Contrarregras: Giane Almeida e Jailson Carlos. Camareira: Giane Almeida. Músicos: Ricardo Teixeira, Fábio Andrade, Valdetaim, Marcos Monte e Natalício. Elenco: Cristina Siqueira, Deyvson Cavalcanti, Sóstenes Vidal, Amom de Assis, Ewerson Luiz, Nazaré Lemos, Nina Melo, Ingrid Almeida, Henrique Lira, Kadydja Erlen e João Neto.

 

5) Luiz Lua Gonzaga – Grupo Magiluth – Recife/PE

Data: 13 de janeiro (domingo)

Horário: 16:30h

Local: Pátio do Mosteiro de São Bento (Olinda/PE)
Duração: 1h | Indicação: livre
Ingresso: Gratuito

 

Sinopse:

Com presença intensa da musicalidade, o espetáculo é antes de tudo uma celebração e tem como mote um conjunto de pessoas que espera a volta da chuva, pelo retorno de um rei e divaga poeticamente sobre questões do ser e viver no Nordeste. Luiz Lua Gonzaga não é uma história com começo, meio e fim, mas uma série de situações poéticas em homenagem ao Rei do Baião, sem pretender-se a realizar uma biografia dele e, sim, ativar questões que estão na sua obra e na memória popular do nordestino.

 

Dramaturgia: Giordano Castro. Direção e iluminação: Pedro Vilela. Direção de arte: Guilherme Luigi e Pedro Toscano. Figurino em couro: Hermeson Souza. Confecção de bonecos: Lucas Torres. Contrarregra: Thiago Liberdade. Produção executiva: Mariana Rusu. Músicos: João Tragtenberg, Pedro Cardoso e Pedro Vilela. Elenco: Erivaldo Oliveira, Giordano Castro, Lucas Torres, Pedro Wagner e Mário Sergio Cabral.

 

6) Palhaçadas – História de Um Circo Sem Lona – Cia. 2 Em Cena de Teatro, Circo e Dança – Recife/PE

Data: 19 de janeiro (sábado)

Horário: 16:00h

Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração: 45min | Indicação: livre
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

 

Sinopse:

Nesta farra teatral-circense, a história da dupla cômica Risada e Risadinha, que atua no Circo Brasil. O local passa por uma grande crise financeira e, um dia, acaba pegando fogo. Sem ter onde morar e trabalhar, os dois resolvem juntar o que sobrou e passam a apresentar suas palhaçadas nas ruas e praças, na tentativa de reerguer o circo. Em cena desde 2007 e recheada de reprises e entradas de tradicionais circos brasileiros, a montagem foi concebida a partir da pesquisa “Palhaços Brasileiros – A Formação do Palhaço no Brasil”.

 

Dramaturgia, encenação e preparação de palhaços: Alexsandro Silva. Direção de arte: Eri Moreira e Alexsandro Silva. Pesquisa e concepção de maquiagem: A Cia. Concepção e execução de iluminação: Cindy Fragoso. Confecção de cenário: Seu Jairo. Confecção de figurinos: Maria Lima. Técnicas: Jerlâne Silva. Produção executiva e preparação corporal: Arnaldo Rodrigues. Assistência de produção: Cyndi Fragoso. Sonoplastia ao vivo: Flávio Santana e Davison Weslley. Produtores e atores-palhaços: Alexsandro Silva e Arnaldo Rodrigues.

 

7) Besteiras (As Aventuras de um Giullare Moderno) – Cia. Circo Godot de Teatro – Filottrano/Itália e Recife/PE/Brasil

Data: 19 de janeiro (sábado)

Horário: 16:30h

Local: Alto da Sé (Olinda/PE)
Duração: 50min | Indicação: livre
Ingresso: Gratuito

 

Sinopse:

Um trovador popular moderno ganha a vida recreando o público com jogos de mão, equilibrismo e mímica. Como no período medieval, andando de vila em vila, por feiras e castelos, ele traz em suas malas espetáculos, números circenses e histórias variadas. Cantando e tocando instrumentos musicais, oferece com muita graça a poesia do artista da estrada viva ao longo de séculos.

 

Intérprete criador, ideia original e sonoplastia: Damiano Massaccesi. Encenação: Damiano Massaccesi e Quiercles Santana. Assistência de direção: Andrêzza Alves. Direção de arte: O grupo. Produção executiva: Andrêzza Alves e Ana Paula Sá.

 

8) Seu Rei Mandou… – Cia. Meias Palavras – Recife/PE

Data: 20 de janeiro (domingo)

Horário: 16:00h

Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração: 40min | Indicação: a partir dos 06 anos
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

 

Sinopse:

Inspirado pela tradição oral, o espetáculo narra, com música ao vivo, muito humor e poesia, a trajetória de tirania, bravura, esperteza e bonanças de três reis através das histórias “A Lavadeira Real”, “O Rato Que Roeu a Roupa do Rei” e “O Rei Chinês Reinaldo Reis”. Todas recontadas e criadas pelo escritor, ator, palhaço, bonequeiro e contador de histórias Luciano Pontes, pesquisador deste ofício desde 2005, acompanhado pela flauta e tambor do músico Gustavo Vilar.

 

Criação, adaptação, concepção, figurinos, produção executiva e intérprete: Luciano Pontes. Pesquisa musical, composição e arranjos: Gustavo Vilar e Luciano Pontes. Costureira: Xuxu. Sapatos: Jailson Marcos. Iluminação: Luciana Raposo. Músico: Gustavo Vilar.

 

9) As Levianinhas em Pocket Show Para Crianças – Cia. Animée – Recife/PE

Data: 26 de janeiro (sábado)

Horário: 16:00h

Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração: 50min | Indicação: livre
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sinopse:

As Levianas é uma banda de palhaças que canta e toca ao vivo um repertório especialmente para a criançada. Entremeado de gags, atrapalhadas e algumas interações, Aurhelia, Baju, Mary En e Tan Tan, as quatro palhaças, aos poucos subvertem a ordem no sentido de que a boa desordem é sempre bem vinda! Com canções como “Biquini de Bolinhas Amarelinho”, “La Vaca Lola”, “O Sapo” e parte do repertório do desenho animado “Alvin e os Esquilos”, o quarteto constrói o show a partir do humor leve e irreverente.

 

Direção, pesquisa musical, figurinos, maquiagem e encenação: Cia Animée. Co-direção: Hilary Chaplain (EUA). Assessoria artística e de criação: Enne Marx. Iluminação: Saulo Uchôa. Técnico de som: Getúlio Chaves. Atrizes palhaças: Enne Marx, Juliana de Almeida, Nara Menezes e Tâmara Floriano.

 

10) A Fantástica História do Rei Leão Com o Palhaço Chocolate – Gugga Macel & Companhia do Riso e Chocolate Produções – Recife/PE

Data: 27 de janeiro (domingo)

Horário: 10:00h

Local: Teatro Boa Vista (Colégio Salesiano)
Duração: 1h | Indicação: livre
Ingresso: R$ 40,00 e R$ 20,00

 

Sinopse:

Com participação do Palhaço Chocolate, o espetáculo musical conta as aventuras do nascimento do pequeno Leãozinho, familiarizando-se com a selva e as surpresas que a vida lhe reserva, como enfrentar a inveja do tio e hienas inimigas. Com a ajuda do pai, ele vai aprender valores – como ter respeito pelo ciclo da vida e pela natureza – e lições sobre coragem, bravura, ternura e humanidade. Tudo para, um dia, ser um bom rei. Os personagens são bonecos humanoides (leões e leoas, hienas, pássaros, zebras, girafas, antílopes e elefante).

 

Adaptação teatral: Gugga Macel. Direção, cenários e figurinos: Roberto Costa. Coreografias: Clóvis Bézer Iluminação: Triana Cavalcanti. Elenco: Ulisses Dornelas, Clóvis Bézer, Ruanita Barbosa, Hemerson Moura, Tâmara Dornelas, Pablo Souza, Luciano Lucas, Petrus Poyreh, Zanel Reis, Mônica Vilarim, Eddy Santos, Augusto Neves, Marília Santana e vozes adicionais de Tatto Medinni, Flávio Andrade e Priscila Cheron.

 

11) Os Três Porquinhos – Pedro Portugal e Paulo de Castro Produções – Recife/PE

Data: 27 de janeiro (domingo)

Horário: 17:00h

Local: Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu)
Duração: 1h | Indicação: livre
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

 

Sinopse:

Em cartaz há 20 anos ininterruptamente, este divertido musical infantil mostra as aventuras de três porquinhos, Prático, Cícera (sim, há uma porquinha!) e Heitor, às voltas com um terrível e faminto Lobo Mau, mestre em disfarces. Numa floresta onde fantasia e realidade confundem-se, enquanto Prático, o mais sensato dos três, constrói sua casa com tijolos e cimento, seus irmãos, Cícera e Heitor, de tanta preguiça, levantam casas de palha e madeira. A trama mostra que viver sem pensar no futuro pode trazer desconforto e vários problemas.

 

Texto: Reginaldo Silva. Direção e cenário: Cleusson Vieira. Músicas: Allan Sales. Figurino: Henrique Celibi. Diretor técnico: Claudiney Castro. Elenco: Mário Miranda, Maria de Oliveira e Cleusson Vieira.

 

12) Babau ou A Vida Desembestada do Homem Que Tentou Engabelar a Morte – Mão Molenga Teatro de Bonecos – Recife/PE

Data: 27 de janeiro (domingo)

Horário: 16h:00

Local: Teatro Hermilo Borba Filho
Duração: 1h | Indicação: livre
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

 

Sinopse:

Espetáculo de teatro de bonecos e formas animadas para todas as idades, que ilustra o processo de criação dos mamulengueiros de Pernambuco, mostrando suas técnicas, a importância e a graça da arte do mamulengo e a difícil realidade na qual os mestres populares estão inseridos. No enredo, o Babau é um boneco que passa de geração em geração pelas mãos dos brincantes, personagem satírico que consegue enganar a morte numa situação inversa a de seus manipuladores, muitos dos quais morrem esquecidos e miseráveis.

 

Texto: Carla Denise. Direção cênica e direção de arte: Marcondes Lima. Bonecos: Atelier do Mão Molenga e Oficina do Mestre Zé Lopes. Músicas: André Freitas. Iluminação: Sávio Uchôa. Execução de luz: Pedro Vilela. Execução de som: José Neto. Elenco: Marcondes Lima, Fábio caio, Carla Denise, Fátima Caio e Andrêzza Alves.

 

 

CENTRAL DE VENDAS DE INGRESSOS:

Fone: 81. 8512-1258
Bilheteria no Teatro de Santa Isabel
Período: 09 a 27/01/13
Horário: das 9:00h às 16:00h

Vendas antecipadas para os espetáculos que acontecerão nos teatros Marco Camarotti, Hermilo Borba Filho, Luiz Mendonça, Barreto Júnior, Apolo, Arraial e Capiba.

Para programação no Teatro de Santa Isabel, vendas antecipadas, a partir das 9:00h, na bilheteria do teatro.

Para os teatros Valdemar de Oliveira, Boa Vista, Rui Limeira Rosal e Geraldo Barros, vendas somente no local 2 horas antes da apresentação.

Faça Seu Comentário