Janeiro de Grandes Espetáculos 2014

Mais um Janeiro com grandes espetáculos em Pernambuco e com programação para toda a família!!! O festival terá apresentações em Recife, Caruaru, Arcoverde e Goiana. Clique sobre o nome da cidade e confira a programação completa da mesma.

 

Colocarei detalhadamente a programação infantil em Recife, mas AQUI vocês poderão conferir mais detalhes do evento.

 

 

Em Recife:

 

1) AS ROUPAS DO REI

 

Sinopse: Eis a história de um menino que, na correria da grande cidade, se detém para observar uma cena prosaica: uma mulher estendendo roupas exóticas e coloridas num varal. Roupas de um outro tempo, pertencentes a um Rei nada convencional que gosta de comer pastel e andar de skate. Todos os episódios da vida deste soberano são, então, encenados por bonecos num palquinho que se descortina no meio do varal e fazem despertar no garoto uma questão inquietante: “Será que eu também sou Rei?”. Afinal, todo menino também pode se considerar um Rei…

 

Quando: 11 de janeiro (sábado)
Que horas: 16:00h
Entrada: gratuito
Local: Pátio do Parque Dona Lindu
Duração da peça: 50min
Indicação: a partir de 7 anos

Ficha Técnica

Grupo: Centro de Criação Galpão das Artes (Limoeiro/PE)

Texto: Ana Cláudia Vasconcelos.
Direção: Luiz de Lima Navarro.
Figurinos: Sandra Fragoso.
Cenário: Charlon Cabral e Sandra Fragoso.
Direção musical: Aldemir Freire.
Bonecos e direção de manipulação: Sebastião Simão Filho.
Iluminação: César Augusto.
Produção geral: Fábio André.
Assistente de produção: Sílvio Rodrigues.
Elenco: Jadenilson Gomes, Charlon Cabral, Tarcísio Queiroz, Lucas Rafael, João Pedro, Lucas Dias e Gaby Salles.

 

2)Projeto Alegres Bandos – Encontro de Blocos (3ª Edição)

 

Idealizado pelo cantor Claudionor Germano e desenvolvido em parceria com o produtor Pedro Castro, com patrocínio da Empetur/Governo do Estado de Pernambuco e Prefeitura do Recife, o evento reverencia 13 blocos líricos carnavalescos, dando-lhes destaque antes mesmo do período carnavalesco. Cada um tem a oportunidade de apresentar seu repertório musical próprio, com flabelo e integrantes devidamente fantasiados, sempre com a participação da Orquestra de Beto do Bandolim tocando também clássicos do carnaval.

 

Quando: 11 e 18 (sábados) e 19 (domingo) de janeiro
Que horas: 17:00h
Entrada: gratuito
Local: Pátio do Parque Dona Lindu
Duração da apresentação: 2h
Indicação: livre

Ficha Técnica

Apresentação: Sérgio Gusmão.
Coral: Rosana Simpson, Nívia Amorim, Sônnia Aguiar e Luciana Gama.
Assistentes de produção: Andréa Silva, Daniel Castro, Bárbara Aguiar, Geórgia Fernanda, Sayonara Silva e Evandro Alves.
Músicos: Orquestra de Beto do Bandolim.
Participação: Bloco Flor da Lira de Olinda, Bloco Lírico Com Você No Coração, Bloco Lírico Eu Quero Mais, Trupe Lírico-Musical Um Bloco Em Poesia, Bloco Flor do Eucalipto, Bloco da Saudade, Bloco Carnavalesco Amante das Flores, Bloco Carnavalesco Misto Banhistas do Pina, Bloco Lira do Carpina, Bloco Batutas de São José, com homenagens ao Bloco das Ilusões, Bloco Carnavalesco Lírico Cordas e Retalhos e O Bonde Bloco Carnavalesco Lírico.

 

3) A GALINHA BRASILEIRA

 

Sinopse: Com a presença do Palhaço Chocolate, entre dezenas de outras personagens, este divertido e colorido musical traz como proposta resgatar as nossas tradicionais cantigas de roda, com arranjos novos e uma intensa dinâmica cênica. Assim, crianças de todas as idades mergulham no mundo fantástico dos sonhos e fantasias a partir das canções mais populares que vêm embalando gerações e gerações.

 

Quando: 12, 19 e 26 de janeiro (domingos)
Que horas: 10:00h
Entrada: R$ 15,00 (preço único promocional)
Local: Teatro Boa Vista (Colégio Salesiano)
Duração da peça: 50 min
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Direção geral, criação e concepção artística: Ulisses Dornelas (Palhaço Chocolate).
Roteiro: Ulisses Dornelas e Ítalo Espírito Santo.
Coreografias: Eddy Santos.
Direção de cena: Sandra Rino.
Iluminação: Tayne e Júnior.
Trilha sonora: Ulisses Dornelas e Tovinho.
Cenografia: Mário Almeida.
Figurinos: Jefferson Andrade e Henrique Celibi.
Elenco: Sarah Coimbra, Patrícia Fernandes, Karol Paz, Augusto Neves, Thiago Rogério, Jefferson Andrade, Petrus Poyrhé, Monique Munyr, Augusto Neves, Ítalo Espírito Santo, Robério Lucado, Aurélio Lima, Marília Santana, Eddy Santos e Luciano Santos.

 

4) Príncipes e Princesas, Sapos e Lagartos

 

Sinopse: Nesta obra do mesmo criador do programa Castelo Rá-Tim-Bum, os contos de fadas ganham uma modernidade através de múltiplas e engraçadas histórias que revelam princesas espertas, princesas tagarelas, bruxas disfarçadas de babá, magos, príncipes transformados em sapos, princesas aprisionadas em torres, um dragão que não passa de lagarto, outro príncipe com 300 namoradas e os dois primeiros beijos de todos os tempos. Algumas histórias são curtas, outras curtíssimas (os retratos), e acontecem num pedaço do mundo que era dividido em pedacinhos, os Reinos, no tempo da Guerra dos Mil e Um Anos.

 

Quando: 11 e 12 de janeiro (sábado e domingo)
Que horas: 16:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Marco Camarotti (Sesc de Santo Amaro)
Duração da peça: 50min
Indicação: a partir de 8 anos

 

Ficha Técnica

Texto: Flávio de Souza.
Direção: Adriane Mottola.
Cenografia: Adriane Mottola, Duda Cardoso e Fernanda Petit.
Figurinos: Duda Cardoso.
Trilha sonora original: Ricardo Severo.
Iluminação: Ricardo Vivian.
Produção executiva: Adriane Mottola e Duda Cardoso.
Elenco: Duda Cardoso, Fernanda Petit e Áquila Mattos.

 

5) O Tempo Perguntou ao Tempo

 

Sinopse: O espetáculo é uma viagem lúdica ao mundo das parlendas (rimas infantis), brincadeiras e personagens de nossas infâncias. A obra, partindo de pesquisa sobre cantigas e parlendas em comum entre Portugal e o Brasil, aborda a importância de manter o imaginário dos tempos de criança vivo em nossas lembranças. O projeto envolveu o Grupo Acaso, criado em 2011 no Recife, com foco entre a dança contemporânea e o popping; e a Escola Bailado de Fafe, Portugal, em atividade desde 1998 voltada aos conhecimentos da dança clássica, além de técnicas modernas, contemporâneas, bem como danças de caráter e expressão dramática.

 

Quando: 14 e 15 de janeiro (terça e quarta)
Que horas: 16:30h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Barreto Júnior
Duração da peça: 50min
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Direção: Bárbara Aguiar.
Coreografia e cenário: Grupo Acaso e Escola Bailado de Fafe.
Iluminação: Cleison Ramos.
Trilha sonora: Narciso Fernandes.
Figurinos: Marília Martins e Bárbara Aguiar.
Diretora da Escola Bailado de Fafe: Alexandra Fonseca.
Elenco: Fernando Oliveira, Felipe Dupopping, Hulli Cavalcanti, Hayla Cavalcanti, Regina Medeiros (Grupo Acaso), Susana Barros, Ana Dias e Margarida Teixeira (Escola Bailado de Fafe).
Produção executiva: Apacepe e Fafe Cidade das Artes.

 

6) Era Uma Vez… Grimm

 

Sinopse: Investindo em uma dramaturgia original para o teatro musical, o espetáculo de José Mauro Brant e Tim Rescala, apresentado em duas versões, uma adulta e outra infanto juvenil, põe em cena os próprios irmãos Grimm e seus narradores, contando e interpretando as tramas originais de Chapeuzinho Vermelho, O Junípero e Cinderela, adaptadas para uma linguagem musical que remete à ópera, indo do terror ao humor.  Com atores cantores acompanhados de um quinteto de músicos eruditos do Recife, a encenação faz surgir as personagens como que saídas de dentro de um livro gigante, suporte para projeções de animação gráfica.

 

Quando: 18 e 19 de janeiro (sábado e domingo)
Que horas: 16:30h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro de Santa Isabel
Duração da peça: 1h10min
Indicação: a partir de 10 anos

OBS: Tem versão adulta em outro horário

 

Ficha Técnica

Autores: José Mauro Brant e Tim Rescala.
Adaptação: José Mauro Brant.
Direção geral: José Mauro Brant e Sueli Guerra.
Direção de movimento: Sueli Guerra.
Direção técnica: Kátia Barreto.
Iluminação: Paula César Medeiros.
Música original: Tim Rescala.
Figurinos e cenário: Ney Madeira, Dani Vidal e Pati Faedo – Espetacular Produções!
Animação gráfica: Renato e Ricardo Vilarouca, a partir de desenhos do ilustrador Rui de Oliveira.
Elenco: Chiara Santoro, Janaína Azevedo, José Mauro Brant e Wladimir Pinheiro.

 

7) Salada Mista

 

Sinopse: Voltado ao público infanto juvenil, o espetáculo é uma divertida brincadeira que mescla teatro, música e palhaçaria. No palco, sete crianças recriam o clássico conto de fadas Chapeuzinho Vermelho, que se transforma numa telenovela ambientada na década de 1960, com músicas da Jovem Guarda. Entre um capítulo e outro, o público se diverte com números de palhaços e a trilha sonora executada ao vivo. A obra trata do amor de forma lúdica e engraçada, discutindo questões como a conquista, o namoro, o casamento, a traição e a separação.

 

Quando: 18 de janeiro (sábado)
Que horas: 16:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração da peça: 1h
Indicação: a partir de 7 anos

 

Ficha Técnica

Dramaturgia, encenação e preparação de elenco/palhaços: Alexsandro Silva.
Direção de arte: Marcondes Lima.
Direção musical: Henrique Macedo.
Iluminação: Cindy Fragoso.
Preparação vocal: Douglas Duan.
Preparação de canto: Sebastião Câmera.
Preparação corporal: Arnaldo Rodrigues.
Produtores executivos: Alexsandro Silva e Arnaldo Rodrigues.
Elenco: Jerlâne Silva, Flávio Santana, André Ramos, Arnaldo Rodrigues, Paula de Tássia (atores-palhaços), Davisom Wescley e Douglas Duan (atores-músicos).

 

8) Era Uma Vez Um Rio

 

Sinopse: Nesta comovente história de amor à natureza, Guto, o voltar adulto à sua cidade natal, fica surpreso com a degradação em que seu velho amigo, o Rio, se encontra. É desse encontro que surge uma incrível viagem no tempo, onde, através da memória, ele irá reviver os passos deste amor, desde sua infância até os dias de hoje. Nesta jornada, Guto irá se deparar com incríveis personagens: de familiares à antiga professora e amigos dos tempos de menino. Com trilha sonora executada ao vivo, a peça revela os encantos de uma comunidade ribeirinha e suas cantigas e lendas, numa história de aprendizagem, repleta de ternura, poesia e memórias.

 

Sinopse: Quando: 18 de janeiro (sábado)
Que horas: 16:00h
Quando: 19 de janeiro (domingo)
Que horas: 11:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Barreto Junior
Duração da peça: 1h
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Texto: Lavínnia Pannunzio (adaptação da obra homônima de Martha Pannunzio).
Encenação, figurinos e cenografia: Antônio Rodrigues.
Assistente de figurinos: Sônia Carvalho.
Adereços: Telma e Sônia Carvalho.
Preparação de elenco e maquiagem: Vinícius Vieira.
Pesquisa musical e trilha sonora: Adriana Milet.
Iluminação: Luciana Raposo.
Produção executiva: Sônia Carvalho e Antônio Rodrigues.
Elenco: Raul Elvis, Sônia Carvalho, Ana Gabriela, Rogério Wanderley, Monique Nascimento e Antônio Rodrigues.

 

9) O Menino da Gaiola

 

Sinopse: Vito é um garoto de nove anos, órfão de pai e mãe, que, inspirado pelo tio, um criador de pássaros, resolve sair numa jornada pelo mundo portando apenas uma gaiola. Mas não quer prender passarinhos e, sim, anotar em papel os sonhos de cada pessoa para depois libertá-los como pássaros de papel. Nessa viagem, ele descobre a dura realidade do mundo, mas ainda repleto da fantasia própria do universo infantil, com personagens lúdicas, mesmo que em situações de violência familiar e urbana e poluição ambiental.

 

Quando: 19 de janeiro (domingo)
Que horas: 16:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração da peça: 50 min.
Indicação: a partir de 7 anos

 

Ficha Técnica

Texto: Cleyton Cabral.
Direção: Samuel Santos.
Trilha sonora: Isaar França e Rama Ohm.
Iluminação: O Poste Soluções Luminosas (Naná Sodré e Agrinez Melo).
Figurinos: Java Araújo.
Maquiagem: Gera Cyber.
Cenários: Renata Gamelo, Arthur Braga e Samuel Santos.
Produção executiva: Clarisse Fraga.
Elenco: Evilásio de Andrade, Auricéia Fraga, Márcio Fecher, Eduardo Japiassu e Ana Souza.

 

10) O Circo de Lampezão e Maria Botina

 

Sinopse: Os palhaços Cavaco e Nina contam a história de um casal anônimo do sertão: Maria Botina, que sonhava em ser levada por um cangaceiro; e Lampezão, que fingia ser valente para impressioná-la. Em meio a muitas trapalhadas nessa conquista, os dois tocam música ao vivo, fazem malabarismo com baldes, mágica e número com chicotes, entre outras habilidades. Dedicado a toda a família, este encantador espetáculo de circo-teatro mescla técnicas circenses com uma dramaturgia épica e atual, permeando as diversidades culturais do sertão e agreste brasileiro.

 

Quando: 25 de janeiro (sábado)
Que horas: 16:00h
Entrada: gratuito
Local: Pátio da Feira de Santo Amaro (Rua Frei Cassimiro)
Duração da peça: 1h
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Roteiro e direção: Ésio Magalhães.
Máscaras: Ésio Magalhães e Anderson Machado.
Figurinos: Fabiana Pirro.
Cenografia: Anderson Machado e Fabiana Pirro.
Elenco: Anderson Machado e Giulia Cooper.

 

11) Le Petit: Grandezas do Ser

 

Sinopse: Numa narrativa lúdica e poética, que abole por completo o uso da palavra, o espetáculo parte das relações de amizade descritas por Antoine de Saint-Exupéry, autor de O Pequeno Príncipe, para apresentar um universo fabular em que a fidelidade a um amigo doente e o medo da solidão são os princípios dramatúrgicos para uma diversidade de imagens, sonoridades e situações. Lançando mão de gags, brincadeiras, malabares, equilibrismos e acrobacias, a montagem é um lírico e engraçado germinador de reflexões, para adultos e crianças, sobre viver, morrer e aprender a ser verdadeiramente companheiro do outro.

 

Quando: 25 de janeiro (sábado)
Que horas: 17:30h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração da peça: 1h
Indicação: a partir de 5 anos

 

Ficha Técnica

Roteiro e direção de arte: Companhia Circo Godot de Teatro.
Encenação: Quiercles Santana.
Produção e assistência de direção: Andrêzza Alves.
Dramaturgismo e assistência de produção: Ana Paula Sá.
Iluminação: Luciana Raposo.
Direção musical e trilha original: Kleber Santana.
Assessoria e confecção de Teatro de Sombras: Lillian Kellen.
Preparação de Clown: André Casaca.
Audiodescrição: Com Acessibilidade Comunicacional (Roteiro e locução: Liliana Tavares).
Elenco: Damiano Massaccesi, Andrêzza Alves, Flávia Fernanda e Rafaela Fagundes (as três últimas na manipulação de objetos).

 

12) De Íris ao Arco-Íris

 

Sinopse: Através de sombras e bonecos, conta-se, sem palavras, a história da lagarta Íris, que sonha morar num lugar onde encontre respostas para seus questionamentos. Ao se transformar numa borboleta de cores exuberantes, ela aparece de surpresa na festa de aniversário do rei do Jardim Sereno de Manhãzinha, Muito Calor à Tardinha e, por não se submeter aos caprichos deste truculento soberano, é expulsa do jardim. Mesmo assim, não desiste de chegar ao reino encantado que tanto deseja. Além de propor uma reflexão sobre a morte, a encenação foi construída tendo como público alvo crianças surdas.

 

Quando: 26 de janeiro (domingo)
Que horas: 16:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Marco Camarotti (SESC de Santo Amaro)
Duração da peça: 50 min
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Texto dramático: criação coletiva a partir da obra De Íris ao Arco-Íris, de Jorge de Paula.
Encenação: Jorge de Paula.
Design de luz: Eron Villar.
Criador das silhuetas: Luciano Félix.
Cenário e figurinos: Marcondes Lima.
Confecção de adereços: Henrique Celibi.
Trilha sonora original: Júlio Moraes.
Direção de produção: Karla Martins (Decanter Articulações Culturais).
Assistência de produção: Andréa Veruska.
Idealização: Andréa Veruska e Jorge de Paula.
Elenco: Andréa Veruska, Iara Campos, Jorge de Paula e Lucélia Albuquerque.

 

13)Performance Jogo Coreográfico

 

Sinopse: A proposta reúne dança, improvisação e interatividade com base no ato de coreografar e ser coreografado. O resultado é uma performance interativa e divertida, sob estrutura e forma de jogo, em que público e intérpretes se juntam para construir danças, valorizando a experiência viva e a manifestação das singularidades. O jogo é iniciado com uma vinheta coreografada e explicativa, dividida em dois tempos. No primeiro, só joga a ficha técnica; e no segundo, o público joga como coreógrafo. A ideia surgiu como metodologia para a composição coreográfica.

 

Quando: 26 de janeiro (domingo),
Que horas: 17:00h
Entrada: gratuito
Local: Pátio do Parque Dona Lindu
Duração da peça: 1h
Indicação: livre

 

Ficha Técnica

Direção e concepção: Lígia Tourinho.
Direção geral: Paulo Henrique Ferreira.
Produção da vinheta: André Sonoda.
Locução da vinheta: Fláira Ferro e Paulo Henrique Ferreira.
Intérpretes: Jadson Mendes, Dave Carvalho, Silas Samarky, Roberta Cunha, Mieja Chang e Fernanda Lobo.

 

14) Terra

 

Sinopse: Inspirado no universo indígena, este trabalho coreográfico coloca o corpo dançante de todos os folguedos de tradição já experienciados pelo Grupo Grial à disposição da contação de uma história mil vezes repetidas, mil vezes esquecida: a do direito de ser. A montagem finaliza a Trilogia Uma História, Duas ou Três e, através da vida de Rosa, uma amiga Tikuna, narra a saga de todos os índios brasileiros. A proposta é adentrar, reconstruir o destruído e construir novas possibilidades de manter viva nossa memória. Afinal, somos todos, sim, da mesma Nação.

 

Quando: 26 de janeiro (domingo)
Que horas: 19:00h
Entrada: R$ 20,00 e R$ 10,00
Local: Teatro Hermilo Borba Filho
Duração da peça: 45 min.
Indicação: livre

Ficha Técnica

Concepção e direção: Maria Paula Costa Rêgo e Eric Valença.
Trilha sonora: Naná Vasconcelos.
Figurinos: Gustavo Silvestre.
Pintura: Dantas Suassuna.
Textos: TT Catalão.
Iluminação: Luciana Raposo.
Produção executiva e interpretação: Maria Paula Costa Rêgo.

Faça Seu Comentário