Férias no Espaço Ciência

 

Começaram as férias no Espaço Ciência e a novidade é uma exposição que tem o título “Minha Casa tem Ciência?” Em cada um dos ambientes, o visitante descobre que o lar de cada pessoa é um laboratório científico. A mostra é o destaque da programação de férias do Museu, que conta ainda com mais de 20 oficinas, além das atividades e acervo permanentes.

 

A exposição é composta por sala, quarto do casal, quarto da criança, cozinha, banheiro e lavanderia. Em cada ambiente, é possível perceber o quanto estamos sempre rodeados de Ciência: na composição química dos produtos de higiene e de limpeza; nos tipos de fibra que formam cada vestimenta; nos pigmentos que compõem as tintas da parede; nos alimentos que preparamos e comemos; e até nas fezes deixadas no vaso sanitário.

 

Para mostrar isso, a exposição utiliza estratégias diversas: vídeos, jogos, brincadeiras e experimentos. O visitante pode, por exemplo, deitar na cama do casal e assistir um vídeo que mostra a química do amor. Ou se divertir cantando no chuveiro, em um karaokê que fala de Ciência em divertidas paródias. E que tal escrever com uma tinta invisível? Ou medir o pH dos produtos de higiene?

 

Para o diretor do Espaço Ciência, Antonio Carlos Pavão, “Minha Casa tem Ciência” segue o objetivo do Museu, que é aproximar a população e o conhecimento científico: “Ela revela a Ciência como algo que está bem próximo de nós – em nossa casa e em nosso cotidiano”, diz Pavão.

 

Além das exposições e atrações permanentes do Museu, a programação de férias do Espaço Ciência inclui quase 30 oficinas e atividades distribuídas ao longo do mês. Em média, são oferecidas duas a três oficinas por dia, cada uma delas com 25 vagas. Os interessados devem adquirir sua senha na Recepção, assim como senhas para as sessões de Planetário e passeio de barco.

 

O Espaço Ciência, Museu Interativo de Ciência de Pernambuco faz parte da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado. Funciona no Parque Memorial Arcoverde, de segunda a sexta de 8h às 12h e de 13h às 17h; e nos fins de semana, de 13:30h às 17h. A entrada no Museu é gratuita.e limitada até 16h.

 

CONFIRA AS OFICINAS/ATIVIDADES:

1. Montando um barco de Motor Elástico (5 a 10 anos): Os visitantes serão convidados a construir um barco com materiais recicláveis e perceber como atua a força elástica na movimentação dos remos, unidos por uma liga.

2. Damas recicláveis (7 a 13 anos): Os participantes construirão um jogo de Damas com materiais recicláveis para se divertir com este jogo de estratégias.

3. Brincando com Edição de Fotos (10 a 14 anos): noções de edição de fotografias com uso do Photoshop

4. Aprendendo a voar (A partir de 7 anos): Que tal fabricar seu avião-pipa e aprender um pouco sobre a história da aviação e aerodinâmica?

5. Oficina de Nós (07 a 11 anos): O grupo “Escoteiros do Mar Duarte Coelho” ensina a conhecer e fazer diferentes tipos de nós: qual a utilidade de cada um deles?

6. Pioneira (11 a 16 anos): Mais uma atividade do grupo “Escoteiros do Mar Duarte Coelho”, com montagem de estruturas com bambus ou bastões de madeira

7. Aventura Pelo Corpo Humano (7 a 12 anos): Nesta oficina, os participantes descobrirão, de forma prática e divertida, sobre o funcionamento dos pulmões, a dureza dos ossos, os batimentos do coração, os cromossomos e a genética.

8. CSI- Investigação Criminal (A partir de 6 anos): Nesta atividade, cada participante se transforma em um perito e ajudará a elucidar um crime, coletando impressões digitais, utilizando reagentes para observação, realizando extração de DNA, identificando manchas de sangue, fazendo teste de drogas e descobrindo se houve disparo de armas de fogo.

9. Matemágica (6 a 12 anos): Que tal aprender matemática com truques mágicos e Jogo da Memória?

10. Som no Copo (a partir dos 10 anos): Com materiais recicláveis, os participantes fabricarão amplificadores de som do celular e aprenderão sobre difração sonora
11. Brincando com os 3 R´s (A partir de 8 anos): em uma gincana divertida, os visitantes são estimulados a separar e reaproveitar o lixo.

12. Arco-iris: Branco ou Colorido? (A partir de 8 anos): Venha construir um disco de Newton e perceber como as cores se misturam e separam

13. Criando Mudas (Livre): Na oficina, os participantes aprenderão a construir mudas. PS: importante que cada um traga seu recipiente reciclado ou reutilizado

14. Construindo pilhas a partir de alimentos (A partir de 10 anos): Os participantes construirão pilhas usando moedas, parafusos e restos de alimentos.

15. Pesque e Aprenda (4 a 12 anos): Os visitantes poderão pescar um peixe no Espelho D’água, aprender um pouco sobre ele e depois devolvê-lo ao habitat

16. Diversão com Areia Cinética (a partir dos 8 anos): Nesta oficina, os participantes constroem uma areia cinética, daquelas que é possível moldar e dar formas, e aprendem sobre as propriedades de sólidos, líquidos e gases.

17. Introdução a Robótica (9 a 14 anos): Venha fazer circuitos eletrônicos por meio da plataforma Arduíno.

18. Sinais de Pista (11 a 16 anos): Ministrada pelo grupo “Escoteiros do Mar Duarte Coelho”, consiste em utilizar objetos encontrados no local para sinalizar trilhas.

19. Enxergando e Entendendo As Partes da Célula ( a partir de 7 anos): Que tal observar células ao microscópio e realizar atividades interativas sobre isso?

20. Comida Mateira (11 a 16 anos): O grupo “Escoteiros do Mar Duarte Coelho” ensina novas estratégias para preparar comida em acampamento

21. Jardim Sensorial (6 a 10 anos): Que tal aprender sobre as plantas usando cada um dos órgãos sensoriais?

22. Semáfora (11 a 16 anos): Em mais uma oficina do grupo “Escoteiros do Mar Duarte Coelho”, os visitantes aprenderão a usar bandeiras de sinalização e enviar mensagens a longas distâncias

23. Brincando de programar (10 a 14 anos): Com um software didático, os participantes têm noções de programação e criação de games

24. Plantando girassóis (6 a 10 anos): Aqui a meninada vai fazer arte e plantar girassóis.

25. Foguete de garrafa pet (7 a 14 anos): Venha construir e lançar seu foguete feito de garrafa pet

26. Observatório indígena (7 a 12 anos): Como os povos antigos acompanhavam as estações do ano? Venha construir seu próprio Observatório Indígena

27. Relógio solar (8 a 14 anos): Construa seu relógio solar e aprenda a saber as horas apenas pela posição do sol.

Domingo no Baobá

Crédito: Manuela Salazar / INCITI

Uma árvore centenária da espécie Baobá é o marco inicial do Parque Capibaribe. Para incentivar as pessoas a conhecer um novo espaço público será realizada a segunda edição do encontro colaborativo “Domingo no Baobá”, neste domingo (11/09), das 9h às 17h. Assim como na edição anterior, que aconteceu em abril deste ano e mobilizou um grande público, o convite é para que as pessoas vivenciem o Jardim do Baobá, localizado nas margens do rio Capibaribe, no bairro das Graças. É uma oportunidade de sentir o prazer de estar em contato com a natureza e ocupar de forma experimental o espaço com piqueniques, brincadeiras para crianças, atividades artísticas e de lazer, yoga, meditação, pilates, práticas esportivas, entre outras. O Jardim do Baobá é o primeiro trecho do Parque Capibaribe, que se estenderá por 30 km até 2037. O espaço público teve suas obras iniciadas em maio deste ano e está em fase de conclusão. Por isso, os recifenses são convidados a experimentar os equipamentos já instalados: mesa comunitária, bancos, balanços e píer. O acesso ao local pode ser feito pelas ruas Madre Loyola e Antônio Celso Uchôa Cavalcanti, na altura da Estação Ponte D’Uchôa. O Parque Capibaribe é desenvolvido por meio de um convênio entre a Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, e o INCITI / UFPE.

 

A iniciativa do encontro colaborativo “Domingo no Baobá” é do INCITI (não é sigla, vem do verbo incitar), grupo de Pesquisa e Inovação para as Cidades, ligado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que vem promovendo na cidade um programa de ativações das margens do rio Capibaribe com a mobilização de pessoas, grupos, artistas, organizações não-governamentais para que realizem ações diversas. Os que quiserem propor uma atividade coletiva para a programação, precisam preencher formulário online neste link. Para partilhar as experiências, as pessoas são estimuladas a postar nas redes sociais com as hashtags #DomingonoBaoba e #ParqueCapibaribe.

 

O projeto Parque Capibaribe proporciona a recuperação das condições ambientais naturais ao longo do rio e permite uma maior integração do homem com a natureza, o que já pode ser sentido no Jardim do Baobá, um verdadeiro refúgio ambiental, frequentado por capivaras, saguis, lontras, entre outros animais. A árvore baobá é tombada como Patrimônio do Recife desde 1988, tem 15 metros de altura, copa com 10 metros de diâmetro e tronco de cinco metros de perímetro. O solo natural ao redor do baobá foi preservado, reduzindo a área pavimentada no local. A área total do Jardim do Baobá é de 2.200,00m², incluindo passeios e ciclovia.

 

Para dialogar com a grandiosidade da árvore e promover a interação entre as pessoas, três balanços duplos, bancos coletivos e uma mesa comunitária foram instalados no local. A mesa com 10 metros de comprimento, comporta aproximadamente 30 pessoas e estimula o uso compartilhado para piqueniques e jogos de tabuleiro, por exemplo. O espaço ainda conta bancos para aproximadamente 100 pessoas e três balanços duplos para pessoas de todas as idades. Os balanços, com seis metros de altura, tem a intenção de unir pessoas, criar e fortalecer vínculos, pois comportam duas pessoas ao mesmo tempo. Assim, pais e filhos, amigos, namorados podem se divertir juntos. Um píer também é uma novidade da área e possibilita a atração de pequenas embarcações.

 

O Jardim do Baobá ainda receberá plantio de árvores, iluminação especial com cuidado com a vida animal, lixeiras, balizadores para área de pedestres, placas de sinalização e informativas sobre a fauna e a flora local, piso de madeira no píer, câmeras de segurança. Conheça o projeto do Jardim do Baobá neste link

 

PARQUE CAPIBARIBE – O “Jardim do Baobá” é parte do Parque Capibaribe, desenvolvido por meio de um convênio entre a Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, e o INCITI / UFPE. O Jardim do Baobá se conectará com a Via Parque das Graças (trecho entre as pontes da Capunga e Torre) e área no bairro do Derby. O Parque Capibaribe tem como diretrizes promover a recuperação das condições ambientais naturais, revelar paisagens do rio, implantar um sistema de mobilidade não-motorizada com passeios, ciclovias, áreas de estar, passarelas e píeres para pequenas embarcações. O Parque se estenderá por todo o percurso do Rio Capibaribe, com articulação de espaços públicos existentes com área de influência de 42 bairros, transformando o Recife para que se torne uma Cidade-Parque capaz de oferecer novas oportunidades e maior qualidade de vida a seus habitantes.

 

SERVIÇO:

Evento: Domingo no Baobá

Quando: Neste domingo, 11 de setembro, a partir das 9h

Onde: Jardim do Baobá, atrás da Estação Ponte D’Uchoa. Indo pela Avenida Rui Barbosa, entrar à direita na rua Madre Loyola ou na rua Antônio Celso Uchôa Cavalcanti.

Quanto: Acesso gratuito

Férias nos Parques

 

Espaços públicos da cidade recebem, mais uma vez, neste fim de semana, uma programação mais do que especial para toda a família. Quem quiser aproveitar o recesso escolar praticando atividades de lazer e esportivas, de forma totalmente gratuita, pode conferir o REC Férias que acontece nos parques da Macaxeira e Santana. O projeto é realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, e garante atividades para pessoas de todos os gostos e idades.

 

O REC Férias estreou no último fim de semana e até o fim de julho vai garantir espaço para práticas esportivas como futebol, slackline, BMX – Bike Livre, basquete, tênis e aeróbica, com orientação de profissionais, não sendo necessário cadastramento prévio. O espaço é público, assim como todas as atividades.

 

Os parques também ganham espaço cultural onde acontecem oficinas de leitura, biblioteca ao ar livre, apresentações teatrais e de magia. É uma programação para toda a família, garantindo um espaço de convivência com atividades diferenciadas.

 

No Parque Santana, a programação será oferecida das 7h às 18h aos sábados e das 9h às 18h aos domingos, com intervalo para o almoço.

No Parque da Macaxeira, vai ter programação das 7h às 15h nos sábados e das 9h às 15h nos domingos, também com intervalo para o almoço.

 

 

REC GASTRÔ

O encontro de food trucks que já faz parte da agenda mensal do Parque Santana, na Zona Norte do Recife, já está garantido em julho. A praça de alimentação do REC Gastrô, realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, acontece no próximo fim de semana (11 e 12/07/15), das 17h às 22h.

 

As delícias estacionadas no parque serão o Mac Móvel (temaki), Tapi-Oká (tapioca), Arretado hotdog (cachorro-quente), Temaki Arretado (temaki), Up Sanduicheria (sanduíches leves), Tuk-tuk (comida indiana), Dalu Brigadeiros (brigadeiros), Las Churreras (churros), Cupcleta (cupcackes) e Alyna Bikefood (doces finos).

 

E para garantir a participação da comunidade do entorno do Parque Santana, também estará disponível o Mercado do Artesão. Serão montadas vinte barracas para que artistas locais possam comercializar todo tipo de lindezas manufaturadas, das 15h às 20h.

 

E aí, quem também se animou??? Confiram a programação e boa Diversão, rezando para São Pedro colaborar!

 

Parque Santana

Sábado (11/07)

7h às 8h – Alongamento, abdominal e glúteo;

8h às 9h – Funcional e PUMP;

9h às 10h – Dança, futebol, basquete e oficinas de skate;

10h às 12h – Futebol, basquete e oficinas de skate;

12h às 13h – Intervalo;

14h às 15h – Basquete, tênis, slackline, BMX – Bike Livre e atividades recreativas com skate;

15h às 16h – Atividades recreativas com skate, corrida e funcional, basquete, tênis, oficina de slackline e BMX – Bike Livre;

16h às 17h – Basquete, tênis, BMX – Bike Livre e atividades recreativas com skate,

17h às 18h – Skate (competição de melhor manobra), basquete, tênis e BMX – Bike Livre;

 

REC Gastrô – Encontro de Food Trucks, das 17h às 22h

Mercado do Artesão, das 15h às 20h

 

Domingo (12/07)

9h às 11h – Futebol, corrida e funcional, BMX – Bike Livre, apresentação de Slackline e oficina de skate;

11h às 12h – Futebol, BMX – Bike Livre e oficina de skate;

12h às 13h – Intervalo;

14h às 18h – Basquete, tênis e atividades recreativas com skate;

 

REC Gastrô – Encontro de Food Trucks, das 17h às 22h

 

 

Parque da Macaxeira

Sábado (11/07)

7h às 8h – Alongamento, abdominal e glúteo;

8h às 9h – Funcional, PUMP e crossfit;

9h às 10h – Dança e crossfit;

9h às 12h – Futebol americano;

10h às 11h – Crossfit;

10h às 15h – Biblioteca no parque, futebol, vôlei e aulão de skate;

 

Domingo (12/07)

9h às 12h – Baseball, recreação e biblioteca nos parques;

12h às 13h – Intervalo;

13h às 15h – Recreação e biblioteca nos parques;
14h às 15h – Apresentação de magia;

Econúcleo Jaqueira

Créditos: Secretaria do Meio Ambiente

 

O Parque da Jaqueira está inaugurando hoje o Econúcleo Jaqueira , que é um espaço permanente de educação ambiental para atividades educativas. O espaço será utilizado para jogos digitais, brincadeiras, contação de história, esquetes teatrais, além de abrigar um viveiro de mudas nativas e um minhocário.

 

O espaço criado para envolver as crianças e os adolescentes, e despertar neles a consciência ecológica, tem uma sala interativa, que oferece um passeio virtual por 12 pontos do Jardim Botânico e seis diferentes tipos de jogos digitaisque exploram a temática ambiental. Na área externa serão realizadas brincadeiras de tabuleiro em tamanho real, contação de história e esquetes teatrais. Conta também com um pequeno viveiro de mudas nativas e um minhocário (local para fazer a compostagem de resíduos orgânicos, usando minhocas e micro-organismos que transformam restos de alimentos em adubos). Esses espaços visam promover práticas ambientais, como a coleta seletiva, reutilização de materiais recicláveis e orgânicos, e valorizar a arborização urbana com o uso de espécies da Mata Atlântica.

 

Créditos: Secretaria do Meio Ambiente

 

“Criamos um local para as pessoas terem vivencias ambientais e também para trabalhar diversas temáticas, como resíduos sólidos, biodiversidade, preservação do verde e sustentabilidade. É uma ferramenta para estabelecer novas práticas e envolver a sociedade na busca por uma cidade sustentável e ambientes conservados”, diz a secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, Cida Pedrosa, ressaltando que este é o segundo econúcleo criado pela SMAS. O primeiro funciona no Jardim Botânico desde 2013.

 

O centro funcionará de quinta a domingo, e nos feriados, sempre das 9:00h às 17:00h, com intervalo para almoço. Os dias úteis serão dedicados a receber os estudantes das escolas municipais da rede pública e de instituições privadas. As visitas durante a semana precisam ser agendadas com a Secretaria de Meio Ambiente através do telefone 3355-5808.

 

E no final de semana de inauguração a programação será:

 

30/04 – Quinta-feira:
Manhã
9h às 12h – Esquete da Turma Mangue e tal;
Jogos digitais
Jogos de tabuleiro
Contação de história – Na sombra da minha Árvore

Tarde
14h – Visita monitorada ao Econúcleo como espaço sustentável
14h30 – Contação de história – Na sombra da minha Árvore
15h30 – Apresentação da turma Mangue e tal
16h – vídeos da Turma Mangue e Tal
14 às 17h – Jogos digitais e de tabuleiro

01, 02 e 03/05/15 - Sexta, Sábado e Domingo

 

Manhã:
9:00h às 12:00h – Visitas monitoradas ao Econúcleo como espaço sustentável;
9:30h e 10:30h – Contação de história – Na sombra da minha Árvore

10:00h e 11:00h – Trilha pela Jaqueira – Estabelecendo relação com a Biodiversidade
11:30h – Esquete teatral da Turma Mangue e Tal
9:00h às 12:00h Jogos digitais e de tabuleiro

 

Tarde:
14:00h às 17:00h – Visitas monitoradas ao Econúcleo como espaço sustentável;
14:30h e 15:30h – Contação de história – Na sombra da minha Árvore

15:00h e 16:00h – Trilha pela Jaqueira – Estabelecendo relação com a Biodiversidade
16:30h – Esquete teatral da Turma Mangue e Tal
17:00h – Vídeo da Turma Mangue e Tal – Beleza Bicho
14:00h às 17:00h – Jogos digitais e de tabuleiro