Celebração no Observatório da Sé

 

Evento celebra os 50 anos do homem na Lua e marca abertura da programação de aniversário do Observatório da Sé

 

O Observatório da Sé está debutando e preparou uma programação especial em julho/2019, para comemorar os quinze anos de reinauguração pelo Espaço Ciência. A celebração tem início na próxima sexta e sábado, 12 e 13/07/19.

 

Durante os dois dias, o Observatório terá como foco a observação da Lua, em homenagem aos 50 anos da missão Apollo XI. Além do satélite natural, os visitantes terão a possibilidade de observar dois gigantes gasosos: Júpiter e Saturno. Esse evento antecede o grande dia de observação da Lua, na terça-feira (16/07/19), quando haverá eclipse parcial.

 

Outro evento que compõe a programação de aniversário é o “Globe at Night“, ação mundial de conscientização contra a poluição luminosa que acontece no dia 24/07/19.

 

ON THE MOON AGAIN – Em julho de 1969, 600 milhões de pessoas em todos os continentes seguiram o primeiro passo de um homem na Lua. Cinquenta anos depois, um evento mundial busca estimular novamente esse entusiasmo pela Lua em um movimento global. Nesta edição, 66 países estarão participando, somando 643 eventos em todo o mundo. Nas regiões Norte/Nordeste do Brasil, apenas o Observatório da Sé está participando.

 

ANIVERSÁRIO -  O dia 2 de julho marcou o 15º aniversário desde sua reinauguração pelo Espaço Ciência. A construção, datada de 1890, serviu durante vários anos para estudos dos astros. Abandonado, o local transformou-se em estação meteorológica até ser reaberto em julho de 2004, quando foi instalada uma cúpula giratória.

 

Hoje, sob a gestão do Espaço Ciência, o local abriga exposições didáticas e tem monitores treinados que orientam a visita, guiam telescópios para as observações do céu e executam atividades didáticas. “O Observatório, que recebe dezenas de milhares de visitantes todo ano, é estratégico para a popularização da Astronomia”, afirma o diretor do Espaço Ciência Antonio Carlos Pavão.

 

O Observatório abriga também a exposição temática “A próxima fronteira” em que os três pavimentos do Observatório estão ambientados nas etapas da exploração espacial (Lua, Marte e Universo).

 

Segundo Cleiton Batista, da Coordenação do Observatório da Sé, além  das observações e atividades permanentes, o que costuma atrair o público é a observação de alguns fenômenos astronômicos. É o caso do Eclipse Parcial da Lua que está previsto para acontecer no próximo dia 16/07/19.

 

“Além da importância para a popularização da Astronomia, o Observatório tem também uma relevância histórica. Antes mesmo de ser construído, há 123 anos, o local já servia para estudos e observação. Foi aqui, por exemplo, que foi descoberto em 1860 o primeiro cometa na América Latina: o Cometa Olinda”, ressalta Cleiton.

 

OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO DA SÉ
Aberto de terça a domingo, de 16h às 20h

Eventos em julho de 2019:

Dia 16: Eclipse parcial da Lua: funcionamento em horário especial de 16h às 21:30h
Dias 12 e 13: “On the moon again” – 50 anos do homem na Lua
Dia 24:  ”Globe at Night” – evento contra a poluição luminosa

Fliporto 2015

 

E mais uma vez chegou novembro e com ele a Fliporto – 2015 e desta vez tem uma novidade, quem está coordenando a parte infantojuvenil é a querida Mariane Bigio, ou seja está em ótimas mãos e com certeza terá muita coisa boa por lá!!!!!!!!! Já estou contando os dias…

 

E para que ninguém diga que perdeu por não saber, segue a programação infantil, para ver mais sobre a feira como um todo clique aqui!

OBS: As inscrições são feitas através do site, mas já se esgotaram! Quem quiser arriscar, deve chegar 20 minutos antes, pois caso alguém desista a vaga será disponibilizada para as crianças presentes.

 

SEXTA-FEIRA, 13/11/15

 

10h – Oficina de Máscaras Africanas

Mediação: Katarina Barbosa (Arte-educadora – Garanhuns-PE)

Descrição: Criação de protótipos de máscaras da cultura africana feitos com base de reuso de papelão e tinta, aproveitando o mote do mês da consciência negra.

 

11h – Apresentação “Parceiros da Energia” da CELPE

11h – Mathabarata / O Mago ambos de J. R. Penteado (Rodrigo Silva) (Espaço Galera)

 

14h – Contação de Histórias –  Espetáculo “Luanda, Ruanda”

Projeto do Coletivo TEAR (Garanhuns-PE)

Descrição: Espetáculo de contação de histórias africanas.


 

Susana Moraes e Tio Diego (foto: divulgação)

SÁBADO, 14/11/15

 

10h às 12h30 – Bom dia, Galerinha!

“Esse Mar Tá Pra Peixe” – Cia. Agora Eu Era (PE)

“Pequenas Histórias de Cantar” – Cristiano Gouveia (SP)

“Histórias Fantásticas da Literatura de Cordel” – Susana Morais e Tio Diego (PE)

 

14h – Apresentação “Parceiros da Energia” da CELPE

 

14h30 – Lançamento do Livro Carvão, um gato diferente, de Márcio Renné (Editora Bagaço)

Vencedor do Prêmio Elita Ferreira da Academia Pernambucana de Letras – 2014

 

15h às 17h –  Vivência de Literatura de Cordel para Crianças

Mediação: Susana Morais (Cordelista – Recife-PE)

Descrição: Sensibilização com relação ao gênero da poesia popular e à rima, atividade com xilogravuras e criação de pequenas estrofes poéticas.

 

Banda Cordelândia (Foto: Divulgação)

DOMINGO, 15/11/15

 

10h – Banda Cordelândia

10h - A Cadeira que Queria ser sofá , de Clovis Levi – no Espaço Galera

11h – Apresentação “Parceiros da Energia” da CELPE

11:30h - O Pequeno Príncipe em Cordel, de Josué Limeira – no Espaço Galera

11h30 – Encontro de autores mirins

Frederico (10 anos)

Isadora Fernandes (8 anos)

Marina Cavalcante (7 anos)

Válter José Nascimento Lira (6 anos)

 

14h – Lançamento do Livro A Viagem de Marino

Com Paulo André Viana e Cia. (PE)

 

15h às 17h – Oficina de Azulejos Portugueses para crianças

Mediação: Emerson Pontes (Arte-educador – PE)

Descrição: História dos azulejos, exemplos de estampas, locais onde são encontrados em Recife e Olinda. Culminância com a criação de peças com base de papel e tinta, numa releitura aos azulejos portugueses tradicionais.

 

Biketeca (Foto: divulgação)

Todos os dias as crianças que passarem pelo Espaço Galerinha poderão sentar, ler e brincar um pouco no espaço montado pela LibrePromo, com suas Bikes muito fofas, a Biketeca e a Musicletinha.

 

Para quem não conhece, a Biketeca: é uma bicicleta-biblioteca que chega equipada com caixotes de pallets que se transformam em banquinhos, esteiras de palha, almofadas e tapetes que criam um “cantinho” especial para acolher os pequenos. E a Musicletinha, uma bicicleta com equipamento de som e acervo musical voltada ao público infantil.

 

Dentro da Fliporto tem também uma super Feira de Livros, com preços especiais e alguns lançamentos,  confiram a programação infnatil destes lançamentos, para conferir a programação completa clique aqui:

 

14/11/15

10h – Ratonildo, o ratinho da biblioteca , de Mayana Sales, na Sala de bate-papo

11h – Meus olhinhos de brinquedo, Dilson Lages, na Sala de bate-papo

 

 

Rodrigo Lima (Foto: Hellayne Luna)

Na Feira de Livro também terão algumas atrações e quem quiser ouvir histórias com Rodrigo Lima pode passar no Estande da Editora CEPE nos dias e horários abaixo:

 

13/11/15: 17:30h

14/11/15: 10:00h

15/11/15: 15:00h

 

Vera Nóbrega (Foto: Divulgação)

E mais uma Dica: Durante a Fliporto terá atividades na FOCCA (Rua do Bonfim, 47 – Carmo, Olinda), com muita literatura para todas as idades e na sexta Às 15h e domingo às 9h Vera Nóbrega e a sua Cia Quantos Contos estará por lá com muita história e atividades para as crianças.

 

Na Estação 4 Cantos  (Rua Prudente de Moraes) também terá atividades durante estes dias festivos.

A partir desta quinta (12/11) até domingo (15/15). Visitação gratuita, das 11:00h às 19:00h, à mostra permanente A Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda, no 1º andar da Estação 4 Cantos durante a Fliporto. Não será cobrada, entre os dias 12 e 15 deste mês, a taxa de R$ 5,00.

Além de programação para os adultos (com lançamentos de livros  palestras)

 

Serviços:

Evento: Fliporto 2015

Local: Colégio São Bento (Av. Sigismundo Gonçalves, 375 – Varadouro, Olinda)

Data: 12 a 15 de novembro 2015

Horário: 10h às 22h

TRANSFER: Você pode estacionar seu carro no Shopping Tacaruna e apanhar o ônibus FLIPORTO que o levará à Festa.
Horários: 10 às 22h – Sábado (14/11) e Domingo (15/11) -  Gratuito.  Paga apenas o estacionamento do shopping.

 

 

Fliporto 2014

 

E hoje (13/11/14) começa mais uma Fliporto – Feira Literária Internacional de Pernambuco, na cidade de Olinda, e vai até domingo (16/11/14), com muita diversão para todas as idades, conferir vários lançamentos de livros, além Feira de livro, onde todos poderão aproveitar para comprar livros com um preço mais acessível. Serão quatro dias intensos de muita programação literária que ninguém deve perder, só destacando que a Fliporto acontecerá no Colégio São Bento, em frente à Praça do Jacaré, abaixo vocês podem conferir um mapa da Fliporto.

 

Programação Infantil (No Espaço Fliporto Galerinha) oficial, mas lá vocês irão encontrar mais atrações, nos estandes das editoras e espalhadas por toda a feira, para ver as outras programações (adulto) clique aqui

 

Sexta-feira 14/11/14

 

10:00h – OFICINAS STOP MOTION ECOLOGIA E LITERATURA

10:00h – APRESENTAÇÃO DE ESCOLAS

10:00h – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PONTÃO DE CULTURA CINEMA DE ANIMAÇÃO (MOSTRA DE CURTAS METRAGENS)

14:00h – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS (ITAÚ/CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA)

14:00h – BATE PAPO DE AUTORES COM ESTUDANTES

16:00h – BATE PAPO COM ANA CARVALHO (PROJETO VÍDEO NAS ALDEIAS)

18:00h – APRESENTAÇÃO MUSICAL “BANDA PETIBÔ

 

Sábado – 15/11/14

10:00h – OFICINAS STOP MOTION ECOLOGIA E LITERATURA

10:00h – APRESENTAÇÃO DE ESCOLAS

10:00h – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PONTÃO DE CULTURA CINEMA DE ANIMAÇÃO (MOSTRA DE CURTAS METRAGENS)

14:00h – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS (ITAÚ/CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA)

14:00h – BATE PAPO COM HWANG SUN MI -LIVRO ‘LIFI, A GALINHA NA SELVA’

16:00h – BATE PAPO COM ADRIANA FALCÃO -LIVRO ‘MANIA DE EXPLICAÇÃO’

18:00h – APRESENTAÇÃO CINE GALERINHA(CURTAS E LONGA METRAGEM)

 

Domingo – 16/11/14

10:00h – OFICINAS STOP MOTION ECOLOGIA E LITERATURA

10:00h – APRESENTAÇÃO DE ESCOLAS

10:00h – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PONTÃO DE CULTURA CINEMA DE ANIMAÇÃO (MOSTRA DE CURTAS METRAGENS)

14:00h – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS (ITAÚ/CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA)

14:00h – BATE PAPO COM VALDIR OLIVEIRA -LIVRO ‘O LÁPIS APAIXONADO’

16:00h – BATE PAPO COM MARCELO CAVALCANTI LIVRO ‘PEDRINHO E A CHUTEIRA’

18:00h – APRESENTAÇÃO TEATRAL“PEDRINHO E A CHUTEIRA”

 

 

E para quem quiser levar os pequenos para conhecer os autores e comprar um livro autografado, tem que se ligar nesta listinha abaixo:

 

14/11/14 às 15:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – Irmã Chuva – Sister Rain, de Beatriz Brenner

 

14/11/14 às 17:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – Projeto Vídeo nas Aldeias, de Ana Carvalho

 

14/11/14 às 19:00h nos Lançamentos BATE PAPO – Conversando com o Pediatra, de Otelo Schambach

 

15/11/14 às 11:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) - Meu nome é Elvira. Elvira Lata, de Cecília D’Antino

 

15/11/14 às 14:00h nos Lançamentos TENDA DE AUTÓGRAFOS – Dorí e os micróbios, de Glauce Brennand

 

15/11/14 às 15:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – Fifi, A Galinha na selva, de Hwang Sun Mi

 

15/11/14 às 16:00h nos Lançamentos TENDA DE AUTÓGRAFOS – A Literatura e a magia da arte de contar histórias, de Gládis Pedersen de Oliveira

 

16/11/14 às 10:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – A formiga Surfista, de Susana Moraes

 

16/11/14 às 15:00h nos Lançamentos TENDA DE AUTÓGRAFOS – A Fada do conto, de Etna Lacerda

 

16/11/14 às 15:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – O lápis apaixonado, de Valdir Oliveira

 

16/11/14 às 16:00h nos Lançamentos TENDA DE AUTÓGRAFOS – Educação – A arte de manejar o caráter, de Gládis Pedersen de Oliveira

 

16/11/14 às 17:00h nos Lançamentos GALERINHA (campo de futebol) – Pedrinho e a Chuteira da Sorte, de Marcelo Cavalcante

 

16/11/14 às 17:00h nos Lançamentos GALERA (quadra coberta) – Pó de lua, de Clarice Freire

 

Na Focca (Faculdade de Olinda, na Rua do Bonfim) terá encontro de escritores brasileiros e quem estará por lá é nossa é a escritora e contadora de história e também nossa amiga Vera Nóbrega com contração de historias e rodas de leituras, com participações e muitas surpresas.

Nos dias: 14/11 /14 às 15:00h e 16/11/14 às 10:00h.

 

 

 

Feira de Livro

 

A Feira será no pátio do Carmo (Olinda), e vai reunir mais de 100 editoras e distribuidoras nacionais em mais de 70 estandes. Lá também terão bate-papos com autores e sessão de autógrafos. É uma ótima oportunidade da criança conhecer as pessoas que escrevem e ilustram com tanto carinho os livros, tirar algumas dúvidas… Quem estará lá mais uma vez é o Varejão com um estande cheinho de promoções, oba!!!!!!!!

 

Serviço:
Evento: V Feira Internacional do Livro de Pernambuco
Local: pátio do Carmo, em Olinda
Data: 13 a 16 de novembro de 2014
Horário: Aberto ao público das 10h às 22h
Entrada: gratuita
Segue abaixo um mapa da feira, para facilitar e vocês irem direto para o local desejado. Para vê-lo maior clique aqui
Entrevistas de Carnaval: Luciano Magno

Dando continuidade a nossas entrevistas com Cantores do Carnaval Pernambucano, vamos conhecer um pouco sobre Luciano Magno!

 

Nome: Luciano Magno

 

Profissão: Compositor e instrumentista

 

Idade (se quiser dizer kkkk): 42

 

Como começou sua relação com o carnaval? Ainda garoto, gostava muito do carnaval de rua, nas cidades do interior de Pernambuco. Meu pai me levava para Pesqueira, sua cidade natal e também para Arcoverde. Lá, as pessoas brincavam nas ruas, com água, com talco… Aquele mela-mela, sabe?

 

Qual a sua lembrança mais antiga do carnaval? Músicas, cantores e fantasias? Lembro que gostava muito das fantasias de super heróis, os da Marvel, por exemplo. Me vesti de Homem Aranha, Superman, Batman… Apesar de ser filho de pernambucanos, nasci em Paulo Afonso, no sertão baiano. O melhor clube da cidade fazia bailes infantis, um matinê de carnaval, com orquestras de frevo. Eram executadas músicas de Capiba, Luiz Bandeira, Alceu Valença, Elba Ramalho, Gal Costa, Moraes Moreira, bem como os frevos de rua clássicos, a exemplo de Último dia e Vassourinhas. Também ainda estava em voga as marchinhas de carnaval como O Teu cabelo não, Mamãe eu quero, Máscara Negra, por exemplo.

 

Créditos: Fotos do arquivo pessoal de Luciano Magno

 

Gostava  de brincar carnaval? Aonde?

Sim, mas depois que comecei a tocar, praticamente não brinco carnaval, pois minha agenda é ampla durante a festa e minha brincadeira é no palco mesmo.

 

Se fantasiava? Qual a fantasia favorita? (Se puder mandar alguma foto quando criança)

Sim, me fantasiava!  Aquelas fantasias de monstros sempre faziam um sucesso danado, rsrsrs.

 

Como foi o primeiro carnaval em que você participou cantando?

Cantei e toquei ainda garoto, nos bailes de carnaval da minha cidade natal, a partir dos 12 anos de idade.

 

Como foi ouvir as pessoas cantando suas músicas nas ruas?

Sou um compositor de frevos de rua. Frevos instrumentais. Recentemente, estou compondo letras carnavalescas com vários parceiros. Tenho parceiros como o André Rio, João Araújo e Moraes Moreira, que fez uma letra para uma música minha, que gravarei pro carnaval de 2015.

 

Qual o seu primeiro sucesso? E o maior sucesso?

Os meus frevos: Frevo Mágico e Pisando em Brasa, tem atraído a atenção de muita gente que se interessa por música de qualidade em todo o país, haja vista a quantidade de solicitações que recebo por email ou mensagens nas redes sociais, pedindo o envio de partituras destas composições.

Pisando em Brasa, foi a música vencedora do Festival de Música Carnavalesca do Recife 2011, ganhando o 1º lugar frevo de rua e o melhor arranjo de todo o festival.

 

No Carnaval qual o bloco ou festa preferido? Tipo o Xodó?

O meu favorito é o Galo da Madrugada, onde o Recife praticamente para, prestigiando o desfile.

 

O que não pode faltar num bom carnaval?

Não pode faltar energia e disposição para quem é folião.

 

Qual música de carnaval para você toda criança deveria conhecer? (nome e compositor)

Vassourinhas(Matias da Rocha e Joana Batista) ainda vai continuar sendo por muito tempo a nossa maior marca.  É a primeira música que deve ser apresentada, na minha opinião.

 

 

Para você qual o ícone do frevo (Compositor e cantor)?

São muitos, eu seria injusto em citar apenas um.

Nomes como Alceu Valença, André Rio, maestro Spok, maestro Forró, entre tantos outros, estão aí para nos representar.

 

Qual lugar representa o carnaval, mesmo em outras épocas?

Lembro muito do Centro do Recife, da Dantas Barreto, da Guararapes, quando vinha com meus pais visitar a cidade, nos carnavais da minha infância.

 

Quem é de fora e vem à Pernambuco qual lugar poderia visitar para sentir um pouco o clima e a alegria do nosso carnaval?

O Bairro do Recife e o sítio histórico de Olinda. Estes lugares são o cartão de visita do nosso carnaval atual.

Para finalizar:

Um trecho de música que signifique muito que represente o carnaval para você? Por quê?

Voltei, Recife
Foi a saudade
Que me trouxe pelo braço
Quero ver novamente “Vassoura”
Na rua abafando
Tomar umas e outras
E cair no passo

(Luiz Bandeira)

 

 

Representa a alegria do reencontro com a cidade. Para quem viaja muito, como é o meu caso, a identificação com estes versos é imediata.

Entrevistas de Carnaval: Gustavo Travassos

O Carnaval está chegando todos se animam, são foliões de 0 a 100 anos com os dedinhos pra cima e muito frevo no pé. Pois quem é Pernambucano “espera o ano inteiro até ver chegar fevereiro …” É um período onde todos tiram suas fantasias do armário e vão pras ruas ser felizes!

 

São lugares, músicas, pessoas e personagens que se tornaram símbolos do nosso carnaval, da nossa cidade e do nosso Estado!!! AMO Carnaval e toda a magia que o envolve, e como toda boa novela ou filme tem que ter Trilha Sonora é claro que o nosso também tem. E neste quesito nós temos uma que de longe é a melhor possível… Ela que é única e TODA NOSSA: o Frevo! Música contagiante e que independente do tipo (bloco, canção…) não deixa ninguém parado.

 

E como o nosso intuito aqui é sempre oferecer o que há de melhor para nossos pequenos, não poderia deixar de trazer muita música, seus compositores e intérpretes para que nossos pequenos conheçam o que temos de mais rico: a nossa Cultura carnavalesca, representada através da musica!

 

Algumas crianças podem até conhecer alguma música, que estudou para a festinha da escola ou ouviu em alguma festa, mas será que eles sabem sobre os compositores e cantores? Provavelmente não, então vamos apresentar um pouco deles e descobrir alguma curiosidade sobre eles e seus antigos carnavais! E para começar vamos conhecer um pouco mais sobre: Gustavo Travassos.

 

Créditos: Arquivo pessoal de Gustavo Travassos

 

Nome:  Gustavo Travassos Freire

 

Profissão: Cantor

 

Idade (se quiser dizer kkkk): já fiz 30… kkk

 

Como começou sua relação com o carnaval?

Eu nasci no berço do carnaval do Recife, no bairro de São José, meu avô Paterno Sr. Enéas Garcia Freire sempre gostou muito de carnaval, e todos os clubes, bloco e troças passavam obrigatoriamente na porta da casa dele, algumas dessas agremiações vinham de bairros afastados e não tinham transporte, ele deixava que os estandartes, que sempre foram pesados,  ficassem a noite na sala da casa, onde ele recebia com o maior apreço.

 

Qual a sua lembrança mais antiga do carnaval? Músicas, cantores e fantasias?

Me lembro muito, eu pequeno na corcunda de meu pai, indo ver a saída de Vassourinhas , de sua Sede que ficava na Rua das Calçadas, também em nosso bairro, aquilo era mágico pra mim, pois  da escadaria do 1° andar da sede apontava a vassoura que tinha na ponteira do estandarte era o sinal pra orquestra tocar Vassourinha e a folia começar.

 

Gostava de brincar carnaval? Aonde?

Sempre brincamos carnaval em São José, ali tínhamos tudo passando em nossa porta, as agremiações, o corso (Desfile de carros abertos cheio de pessoas fantasiadas brincando o carnaval, jogavam lança perfume no ar, confetes, serpentinas durante a noite e de dia o mesmo havia um molha-molha com água) depois o carnaval de rua decaiu e começamos a brincar nos clubes, éramos sócios do Português e do Internacional, era muito bom, mas não existia a beleza e a magia do Carnaval nas ruas.

 

 Se fantasiava? Qual a fantasia favorita?

Sim, minha mãe Carminha Freire, foi uma eximia costureira e professora de Corte e costura, ela que fez as primeiras fantasias do nosso bloco O Galo da Madrugada, ela a cada ano sempre fazia fantasias diferentes pra mim e meus irmão, me lembro muito eu fantasiado de Marinheiro, Pirata, Palhaço, Indio, Tirolês….

 

Crédito: Arquivo pessoal de Gustavo Travassos

 Como foi o primeiro carnaval em que você participou cantando?

Meu primeiro Carnaval que passei cantando foi ainda no início da década de 80, meu pai Fazia no Clube Português o Baile dos estandartes era o grande Baile Do Galo da Madrugada, ele me levou para o Maestro Guedes Peixoto, dono de uma das mais tradicionais orquestras do Recife, que me aprovou de primeira, lembro que ele disse esse menino já tem a entonação e o balanço de Claudionor Germano na voz, aquele elogio foi um momento de Glória em minha vida inesquecível.

 

Como foi ouvir as pessoas cantando suas músicas nas ruas?

Não sei descrever essa emoção, é como se você tivesse um filho e todos o reconhecesse com muita alegria, é de uma emoção enorme, de ficar extasiado, arrepiado…

 

Qual o seu primeiro sucesso? E o maior sucesso?

Meu primeiro sucesso foi o Hino do Bloco das Ilusões, que me emocionei vendo o bloco inteiro cantar e todos nas ruas também.

E o meu maior sucesso é o deste ano de 2014 AZARAÇÃO que já esta na boca do povo.

 

No Carnaval qual o bloco ou festa preferido? Tipo o Xodó?

Qual será?….. O Galo da Madrugada sem sombra de dúvida e o meu querido Bloco das Ilusões que foi fundado pela minha mãe D. Carminha.

 

O que não pode faltar num bom carnaval?

O Frevo!!

 

Qual música de carnaval para você toda criança deveria conhecer?

“O pinto da Madrugada” de Carlos Fernando

 

 

Para você qual o ícone do frevo?

Temos grandes ícones até porque o nosso Frevo é muito rico em estilos diferentes

Frevo de Bloco – Getúlio Cavalcante,

Frevo canção – Claudionor Germano e Gustavo Travassos,

Compositores – Capiba e Luiz Bandeira,

Maestro  e orquestra – Spok

 

Qual lugar representa o carnaval, mesmo em outras épocas?

As ruas do meu bairro de São José que sempre estarão na lembrança e hoje imortalizadas com o desfile do Galo.

 

Quem é de fora e vem à Pernambuco qual lugar poderia visitar para sentir um pouco o clima e a alegria do nosso carnaval?

O Bairro do Recife Antigo e o Carnaval de Olinda

 

Para finalizar:

Um trecho de música que signifique muito que represente o carnaval para você? Por quê?

“É lindo ver o dia amanhecer com violões e pastorinhas mil, dizendo bem que o recife tem o carnaval melhor do meu Brasil” (Último Regresso – Getúlio Cavalcante).

 

 

Enquanto eu lia e organizava este post vieram várias imagens e músicas na minha cabeça espero que vocês tenham gostado tanto quanto eu! Comentários a parte, eu adoro as músicas que ele citou, só lamento que a do Pinto da Madrugada não seja tão divulgada. Todo o CD é muito bom!

 

Gustavo, muito obrigada pela riqueza dos detalhes, pela atenção e principalmente por abrir “o baú da sua vida” e compartilhar conosco!

 

Um ótimo Carnaval a todos e aguardem que vem mais gente boa por aí contando suas histórias e relembrando seus carnavais…